quarta-feira, 12 de março de 2008

1) --- ANGOLA/BRASIL/PORTUGAL : - 1/A - HISTÓRIA GERAL : a) -- Cidades Históricas --- B) - As Explorações e os Ciclos -

========================================================
font size=`4´> 2) RESUMO GERAL


---- I) - O Pau-Brasil ("ipiribitanga")--- II) - A Descoberta das "minas" (Ouro - Prata - Pedras Preciosas - Diamantes...)--- III) - Cana Sacarina - IV) - Outros produtos : Café - Cacau - Algodão ...)



  
                    =======================================================


                        === A) -- HISTÓRIA GERAL - (comum)--( ? a 04-10-05) --




................................................
mundolusiada.com.br/COLUNAS/ml_coluna_115.htm
...............................................

www.youtube.com/watch?v=CjEaFgeSpxE

www.youtube.com/watch?v=4Y9a5m1DBZwfeature=related


www.historia.uff.br/strict/td/1577.pdf

- 1418 - Dois navegadores portugueses chegam à ILHA DE PORTO SANTO.
- 1433 - SETEMBRO - 26 - D. DUARTE concede ao INFANTE D. HENRIQUE as ilhas da MADEIRA, PORTO SANTO e DESERTA.
- 1434 - GIL EANES passou o CABO BOJADOR,surgindo novas esperanças de prosseguir pela rota africana.
- 1436 - AFONSO GONÇALVES BALDAIA, depois de ter alcançado(com GIL EANES)a ANGRA DOS RUIVOS, chegara ao RIO DO OURO.
- 1439 - JULHO - 2 - D. AFONSO V concede licenças para o povoamento das as "sete ilhas" dos AÇORES
- 1440 - MAIO - 8 - Doação a TRISTÃO VAZ para o povoamento das ilhas da MADEIRA,PORTO SANTO e DESERTA.
- 1441 - ANTÃO GONÇALVES alcança o PORTO DO CAVALEIRO e NUNO TRISTÃO chega ao CABO BRANCO.
- 1454 - O Papa NICOLAU V reconhece a PORTUGAL a posse perpétua das..."terras e mar descobertas ou a descobrir"...
- 1456 - MARÇO - 13 - O Papa CALISTO V confirma a bula de NICOLAU V.

- 1460 - DIOGO GOMES alcança algumas ilhas de CABO VERDE (SANTIAGO,FOGO...) Registou-se o falecimento do INFANTE D. HENRIQUE.
- 1460 - DEZEMBRO - 3 - D. AFONSO V concede ao infante D. FERNANDO,seu irmão,as ilhas de : MADEIRA, AÇORES e CABO VERDE.

- 1471 - D. AFONSO V associa o seu filho,Príncipe D. João, à sua grande ambição marítima.
- 1481 - JUNHO - 21 - O Papa SISTO IV confirma as bulas de NICOLAU V e CALISTO V.
- 1482 - Partida de DIOGO CÃO para a sua primeira viagem ao longo da costa africana, chegando à PONTA DO ZAIRE,onde coloca o padrão de S. JORGE, e mais ao sul, no CABO DE SANTA MARIA,ainda o padrão de SANTO AGOSTINHO.
- 1485/86 - DIOGO CÃO avança pelo rio ZAIRE (CONGO).
- 1492 - OUTUBRO - 12 - CRISTÓVÃO COLOMBO,às ordens da coroa espanhola,alcança a costa americana (..."Desiludido de obter auxílios de PORTUGAL"...)--.
- 1493 - Regresso de CRISTÓVÃO COLOMBO da sua viagem às ANTILHAS, convencido que tinha chegado às ÍNDIAS.
- 1493 - JUNHO - 4 - A Bula de ALEXANDRE VI impunha uma ..."linha de pólo a pólo,partindo de um ponto obtido cem léguas para além dos Açores ou de Cabo Verde, ficando reservada para a coroa espanhola o exclusivo das descobertas além dessa linha.
- 1494 - JUNHO - 7 - A aprovação do TRATADO DE TORDESILHAS tinha por principal objectivo o alargamento dos limites interiores do BRASIL (até 370 léguas a oeste das ilhas de CABO VERDE). PORTUGAL e ESPANHA dividiam o mundo entre si !...

- 1495 – FEVEREIRO – 27 – Rectificação do TRATADO DE TORDESILHAS.
- 1495 - OUTUBRO - D. JOÃO II,sobe ao trono de PORTUGAL e logo discute em Conselho de Estado a sonhada viagem marítima à ÍNDIA.
- 1497 - JULHO - 8 - Parte de LISBOA a frota marítima comandada por VASCO DA GAMA a caminho da ÍNDIA.
- 1497 - NOVEMBRO - 7 - A armada portuguesa chega à ilha de SANTA HELENA,em pleno Oceano Atlântico,tendo contactado com alguns nativos.
- 1498 - MARÇO - 1 - A armada portuguesa avista a ilha de MOÇAMBIQUE.

- 1498 - ABRIL - 14 - Chegada de VASCO DA GAMA a MELINDE.
.................................................
- 1500 - MARÇO - 9 - Parte do TEJO a armada de PEDRO ÁLVARES CABRAL, composta de 13 navios, com destino ..."às ÍNDIAS"...
- 1500 – ABRIL – 21/22 - PEDRO ÁLVARES CABRAL (capitão-mor) chega à então designada "ILHA DE VERA CRUZ", (depois “TERRAS DE VERA CRUZ” - MONTE PASCOAL)e arvorou a bandeira portuguesa na ILHA DAS COBRAS, onde residiam os Tupinambá.

-- (ver ainda no segundo "link" acima referenciado o tema : "DESCOBRIMENTO DO BRASIL OFICIAL -- PORTAL DO PROFESSOR MEC" -- Aula de História do Professor Barão da PIRAPORA ) --
                ............................................................................................................
- 1500 - ABRIL - 26 - No ilhéu da COROA VERMELHA foi realizada a primeira missa naquele novo território. PERO VAZ DE CAMINHA inicia a sua carta descritiva da região.

- 1500- MAIO - 1 - Depois de terem desembarcado, Frei HENRIQUE SOARES celebra uma segunda missa junto duma grande cruz de madeira (da terra) e ainda com os nativos colocados a certa distância! Nessa mesma altura partia de TEJO o navegador ANDRÉ GONÇALVES com destino ao BRASIL, acompanhado por AMÉRICO VESPÚCIO (numa outra nau).

------------ (ver descrição mais completa  noutra rubrica deste blog ) ------------

---..."Pela manhã,saímos em terra com nossa bandeira; e fomos desembarcar rio acima,contra o sul onde nos pareceu que seria melhor arvorar a cruz,para melhor ser vista. E ali marcou o Capitão o sítio(onde) haviam de fazer a cova para a fincar.E enquanto a iam abrindo,ele com todos nós outros fomos pela cruz,rio abaixo onde ela estava.E com os religiosos e sacerdotes que cantavam à frente,fomos trazendo-a dali a modo de procissão.Eram já aí quantidade deles,uns setenta ou oitenta; e quando nos assim viram chegar,alguns se foram meter debaixo dela,ajudar-nos.Passámos o rio,ao longo da praia e fomos colocá-la onde havia de ficar, que será obra de dous tiros de bésta(distante)do rio."....

--- "A 2 de Maio a armada desferrou,caminho da Índia,como se viu. Mandara-se um navio a Lisboa com cartas para El-Rei. Mas quem poderia então,perante a realidade do Oriente,supor os destinos de Portugal no Brasil ? E,todavia,na carta de Pêro Vaz encontra-se marcado esse caminho..." -- (transcrição parcial de : "HISTÓRIA BREVE DA COLONIZAÇÃO PORTUGUESA".. - de MANUEL MÚRIAS (já citada) ---
......................................................
- 1501 - AGOSTO - 17 - Chegada de ANDRÉ GONÇALVES ao CABO DE S. ROQUE, onde foi realizada uma missa. Apesar disso, um degredado ("mancebo muito esforçado") ali foi agredido mortalmente (à paulada) por uma mulher dum monte !
- 1501 - AGOSTO - 28 - O rei D. MANUEL comunica aos Reis de ESPANHA a chegada dos seus navegantes à "TERRA DE SANTA CRUZ".
- 1501- NOVEMBRO - 1 - A armada portuguesa entra em "PORTO SEGURO" ("BAÍA DE TODOS OS SANTOS").
- 1501 (?) - JANEIRO - 1 - Em seguida alcançam o RIO DE JANEIRO.

- 1502 - Contrato com FERNÃO DE NORONHA para arrendamento duma ilha de S. JOÃO e uma parte da costa. Nascia assim a primeira CAPITANIA HEREDITÁRIA.
Esse arrendamento abrangia a exploração intensiva do pau-brasil.
- 1503 - AMÉRICO VESPÚCIO, comandando um frota com 6 naus, volta à BAHÍA. Foi organizada a primeira "entrada" em terras do BRASIL, sendo também chefiada por AMÉRICO VESPÚCIO.
Foi instalado um grande Armazém destinado ao pau-brasil, donde a nau portuguesa "BRETOA" transportara 5000 troncos para LISBOA numa única viagem !.
- 1504 – JUNHO - 18 - AMÉRICO VESPÚCIO chega a LISBOA com um carregamento de pau-brasil.
- 1504 - Concedida a Capitania de SÃO JOÃO a favor de FERNANDO NORONHA.
..............................................
- 1511 - A nau BRETOA transporta mercadorias e trinta e seis índios para LISBOA.
- 1516 - Naufrágio duma embarcação espanhola ao sul de SANTA CATARINA em que sobreviveu o português ALEIXO GARCIA.
- 1519 - O Governador-geral D. FRANCISCO DE SOUSA promove uma expedição em busca de pedras preciosas.
- 1520 - Morre PEDRO ÁLVARES CABRAL na QUINTA DO ROSÁRIO (SANTARÉM). Foi sepultado na Igreja da GRAÇA.
- 1521 - DEZEMBRO - 13 - Falecimento de D. MANUEL I. Foi aclamado seu filho, D. JOÃO III.

- 1525 - Falecimento do português ALEIXO GARCIA que viveu com os índios Guarani e percorreu uma extensa zona do interior do BRASIL. Um seu filho pode ter sido o primeiro "mestiço nascido no BRASIL". Na zona da BAHIA residiam os índios Tupinambá e os Tupiniquins, enquanto no RIO DE JANEIRO estavam os Tamoio. Noutras zonas do litoral encontraram ainda os :- Caetés, Aimorés, Potiguaras, Carijós, Guaranis, Botocudos e outros que aos poucos iam surgindo ou detectando.

- 1526 - No interior CRISTÓVÃO JACQUES deteve diversos contrabandistas
- 1526 - JOÃO RAMALHO,(o famoso "Bacharel de Cananéia"), português, casado com a "bela" BARTÍRIA, filha do convertido TIBIRIÇÁ, contrata com o traficante DIOGO GARCIA (em LISBOA) a venda e transporte de 800 índios brasileiros. ANTÓNIO RODRIGUES, parceiro de RAMALHO, era casado com uma índia, filha de PIQUIROBI e sobrinha de TIBIRIÇÁ, justificando assim uma fácil (ou conveniente relação entre os portugueses e alguns chefes locais.

- 1530 – DEZEMBRO - D. MANUEL I, rei de PORTUGAL, determinara aos marinheiros e comerciantes o avanço para o interior brasileiro com o objectivo da sua ocupação e exploração de novos recursos naturais com o apoio do litoral, plano bastante difícil de executar e à responsabilidade de MARTIM AFONSO DE SOUSA e seu irmão PÊRO LOPES DE SOUSA.
- 1530 - A nau francesa "PEREGRINA" carregada com um contrabando de pau - brasil, foi, no seu regresso à Europa, tomada por alguns portugueses intitulados de competentes navegadores, sob comando de ANTÓNIO CORREIA, após a prisão dos seu oficiais durante uma falsa reunião.
- 1531 – Carta Régia estabelece o regime de donatárias no BRASIL.
- 1531 - Após a sua chegada ao RIO DE JANEIRO, MARTIN AFONSO DE SOUSA envia uma "entrada" para o interior na intenção de pesquisar riquezas minerais.
- 1532 - JANEIRO - MARTIN AFONSO DE SOUSA funda a vila (a primeira) de S. VICENTE, ao sul do RIO DE JANEIRO.

- 1534 – Esse território foi então “retalhado em fatias” geográficas (horizontais) destinadas a 15 Capitanias (Hereditárias) para serem entregues a ilustres personalidades portuguesas : MARANHÃO(1) – (AIRES DA CUNHA e JOÃO DE BARROS) -- MARANHÃO(2) - (FERNANDO ÁLVARES DE ANDRADE) -- RIO GRANDE - (JOÃO DE BARROS) -- PERNAMBUCO – (DUARTE COELHO)-- BAHÍA – (FRANCISCO PEREIRA COUTINHO) -- ILHÉUS – JORGE DE FIGUEIREDO CORREIA) -- PORTO SEGURO – (PÊRO DO CAMPO TOURINHO) -- ESPÍRITO SANTO - (VASCO FERNANDES COUTINHO) -– S. TOMÉ - (PÊRO DE GÓIS) -– (RIO DE JANEIRO e S. VICENTE(1- 2))- (MARTIM AFONSO DE SOUSA) -- SANTO AMARO( PÊRO LOPES DE SOUSA) e SANTANA (PÊRO LOPES DE SOUSA). Por ali iniciaram as plantações de cana-de-açúcar.

- 1548 - DEZEMBRO - 17 - Concessão do Regimento do Governador-geral TOMÉ DE SOUSA com a obrigação de assumir os encargos com a presença de certas autoridades : Provedor-mor da Fazenda, Ouvidor-geral, bem como de instalações necessárias e adequadas para o funcionamento dos Serviços Públicos (civis e religiosos, incluindo ainda instruções para a concessão de sesmarias. A Capitania da BAHÍA foi vendida à coroa pelo filho de FRANCISCO PEREIRA COUTINHO.

- 1549 - JANEIRO - 7 - D. JOÃO III,depois do resgate da Capitania da BAHÍA, cria um governo central com sede em SALVADOR que ficaria à responsabilidade de TOMÉ DE SOUSA,capitão e governador-geral.

..."Desaproveitável a experiência da Madeira e dos Açores,por via do clima;impossível o aproveitamento da mão-de-obra índia,por via da sua indisciplina natural,iria fazer-se em grande o que em ponto pequeno se fizera já nas ilhas de Cabo Verde e em S. Tomé : buscar-se-ia na África a mão-de-obra negra imprescindível ao aproveitamento da terra."
..."Assim se fez o Brasil : com brancos,negros e mestiços (mulatos ou mamelucos),e com muito amor àquela terra e muita caridade cristã, e uma noção das realidades sociais que antecedeu centenas de anos,nalguns capítulos,as mais adiantadas ou as mais pretensiosas nações civilizadas..." -- ....."Para tanto seria preciso,contudo,mais gente do que a que Portugal,com a sua pequena população,seria capaz de fornecer -- e que os rendimentos das trocas comerciais fossem simultâneamente subindo,em vez de diminuírem. Não foi provavelmente por outras razões que D. João III fora obrigado a tomar não poderia deixar de provocar reacções no País. Havia o partido de África,como houvera o partido dos Descobrimentos e o contrário;e aquele partido,desenvolvimento depois do abandono das praças pelo desaparecimento das causas vivas,que haviam aconselhado a largá-las..." ---- (transcrição parcial de "HISTÓRIA BREVE DA COLONIZAÇÃO PORTUGUESA", de MANUEL MÚRIAS - pg. 101 e 106 - Editorial VERBO - 1961 -

- 1549 – MARÇO - 29 - TOMÉ DE SOUSA, com seis navios e mil pessoas (civis e militares)e alguns Jesuítas (orientados por MANUEL DA NÓBREGA), chega à BAHIA ("Novos Mundos”).
--  Foi fundada a cidade de SALVADOR (junto à antiga VILA VELHA (também dita "VILA DO PEREIRA".
-- Depois envia uma enorme expedição da BAHIA para o interior, sob comando de FRANCISCO BRUZA DE ESPINOSA, a caminho do RIO DAS VELHAS (em MINAS GERAIS), apoiados pelo padre jesuíta ASPICUELA.

- 1553 - Chegada do segundo Governador da BAHIA, DUARTE DA COSTA. Na Capitania de MARTIN AFONSO existia um "engenho de açúcar",que era então a principal cultura.
 1554 - JANEIRO - 25 - Fundação dum Colégio jesuíta no planalto de PIRATININGA(S. PAULO).
- 1554 - Foi divulgada a notícia da descoberta de ouro, prata, ferro e outros metais no BRASIL.
- 1555 - NOVEMBRO - Invasão da BAÍA DE GUANABARA pela expedição francesa chefiada por NICOLAU DURAND DE VILLEGAGNON ("FORÇA ANTÁRTICA").

- 1558 - Chegada do terceiro Governador, MEN DE SÁ.
- 1560 - Os portugueses conseguem derrotar os franceses, aliados aos índios Tamoio", estabelecidos na ilha de SIRIGIPE, destruindo seu forte e provocando a sua fuga para o interior.

- 1560 - D. SEBASTIÃO delibera as "primeiras medidas" para protecção dos Índios no BRASIL, pelas quais os patrões eram obrigados a pagar pelos seus trabalhos.

- 1561 - VASCO RODRIGUES CALDAS, com 100 homens,avança para o VALE DE PARAGUAÇÚ, sendo atacados pelos Tunináes.

- 1563 - ESTÁCIO DE SÁ, sobrinho do governador, consegue recuperar a BAHIA.
- 1565 - MARÇO - 1 - "Lançamento dos fundamentos" da cidade do RIO DE JANEIRO à entrada da Baía de GUANABARA, próximo do MORRO CARA DE CÃO.

- 1567 - ABRIL - Combate contra os franceses que foram vencidos. ESTÁCIO DE SÁ faleceu em virtude dum ferimento resultante do combate travado em JANEIRO(com uma seta envenenada).
- 1567 - A povoação de S. VICENTE (RIO DE JANEIRO) foi transferida para o MORRO DE S. JANUÁRIO (designado "CASTELO").Para a nova "CAPITANIA REAL" foi nomeado SALVADOR CORREIA DE SÁ,também sobrinho do Governador.
- 1568 - Morte do cartógrafo BARTOLOMEU VELHO.

- 1570 - A lei determina que só podem ser cativos os Índios prisioneiros de guerras,devendo ser devidamente registados dentro do prazo de 2 meses.

- 1572 - Falecimento do Governador-geral MEN DE SÁ, sem ter substituto.

- 1573 - Separação do Governo-geral do Norte e do Sul, com : - LUÍS BRITO DE ALMEIDA (na BAHÍA) e ANTÓNIO SALEMA (no RIO DE JANEIRO).

- 1573 - Devido a reclamações dos colonos brasileiros,volta a ser permitida a escravatura dos Índios,surgindo uma pronta reacção dos jesuítas.

- 1574 - DEZEMBRO - 17- Partida de PAULO DIAS DE NOVAIS de CABO VERDE Era a sua 2ª viagem.
- 1575 - JANEIRO - 17 - Chegada à ilha de ANO BOM, a 25 léguas de S. TOMÉ.
- 1575 - FEVEREIRO - 8 - Alcançam a foz do rio CONGO,cujas águas penetram até 30 léguas do mar.
- 1575 - 28 - FEVEREIRO - Chegam à ponta da ILHA DE LUANDA.
-1578 - Reunificação da Administração Pública, sendo nomeado para Governador-Geral, D. LOURENÇO DA VEIGA.

- GABRIEL SOARES DE SOUSA, possuidor dum engenho no RECÔNCAVO DA BAHIA publica a obra "TRATADO DESCRITIVO do BRASIL EM 1578".
- 1579 - Apesar do fracasso numa expedição contra os índios de PARAÍBA, FRUTUOSO BARBOSA foi nomeado governador civil do arraial.
- 1580 - FILIPE II foi aclamado rei de PORTUGAL, tendo invocado razões portuguesas para esse facto.
..."Desgraçadamente,o Império Português não era formado,com excepção do Brasil,de regiões contínuas,perfeitamente ocupadas"... -- ..."A segurança de tais fortalezas e feitorias e a do comércio que elas garantiam era assegurada pelo domínio marítimo incontestável,para além do Cabo da Boa Esperança --ou,para dizer melhor,para além da linha ideal marcada pelo Tratado de Tordesilhas e que, mesmo os castelhanos,só poderiam atravessar em caminho dos seus domínios. Portugal possuía então efectivamente a mais poderosa esquadra do Mundo e nem a Espanha lhe poderia contestar a supremacia".. -- (transcrição parcial de "HISTÓRIA BREVE DA COLONIZAÇÃO PORTUGUESA", de MANUEL MÚRIAS...- pg.109 -- (já citada).
- 1585 - AGOSTO - 3 - Os portugueses conseguem finalmente pacificar a PARAÍBA, fazendo um acordo com os índios.

- 1587 - Agosto - 22 - Foi permitida nova liberdade aos Índios nas plantações.

- 1588 – JUNHO – 26 – Alvará que regulamenta...”as vendas das fazendas dos defuntos e ausentes de Angola”…a favor do envio de escravos para o BRASIL.
- 1589 - DEZEMBRO - Os portugueses, comandados por CRISTÓVÃO CARDOSO DE BARROS, fundam o arraial de S. CRISTÓVÃO, na foz do SERGIPE, registando-se muitas baixas dos dois lados da contenda. Seu pai, ANTÓNIO CARDOSO DE BARROS, fora comido pelos Caetés.
- 1590 - Começaram a aparecer alguns navios holandeses percorrem as águas de PERNAMBUCO e de ANGOLA.
- 1591 - Nomeação do Governador e Capitão-General do RIO DE JANEIRO, FRANCISCO DE SOUSA.

-- O jesuíta DOMINGOS DE ABREU (do BRASIL), num inquérito que foi fazer em ANGOLA, propõe a ida, para aquela colónia, de 500 criminosos mamelucos (mestiços de portugueses com índios) e condenados do BRASIL.

-- 1591/2 - Foi organizada uma expedição punitiva na BAHIA contra uns revoltosos de ILHÉUS.
- 1595 – JOSÉ ANCHIETA publicou em COIMBRA a obra “A ARTE DA GRAMÁTICA MAIS USADA NA COSTA DO BRASIL”, dos índios do litoral.
- 1595 - Aumentam os interesses e ataques dos holandeses, com apoio dos ingleses, contra o RECIFE

- 1597  - JULHO - 9 - Falecimento do Padre JOSÉ ANCHIETA.
- 1599 - Os holandeses, comandados por VAN-NOORT,atacam o RIO DE JANEIRO e o "RECÔNCAVO DA BAHIA", saqueando e destruindo quanto puderam.

- 1602 - Fundação da COMPANHIA DAS ÍNDIAS ORIENTAIS para satisfação dos interesses internacionais,especialmente sobre os domínios portugueses.
- 1605 - Passa a vigorar um novo Regulamento do pau-brasil.

- 1608 – AGOSTO – O Conselho das Índias considera que eram portugueses todos naturais de GOA, ANGOLA e BRASIL.

- 1608 - Foi criado o cargo de "Superintendente das Minas de Ouro do BRASIL" e concedido ao      Governador das Capitanias do Sul, D. FRANCISCO DE SOUSA.
- 1609 - MAIO (?) - Alvará da Libertação dos "gentios" do BRASIL .
- 1609 - Assinatura de uma trégua de paz durante 12 anos entre os ibéricos e os lusos, sem grandes efeitos no BRASIL.

- 1613 - Posse do novo Governador-geral, D. GASPAR DE SOUSA.
- 1614 - SALVADOR CORREIA DE SÁ passa a ser o novo Superintendente das Minas.
- 1617 - Nomeação do Governador do RIO DE JANEIRO, RUI VAZ PINTO.

- 1620 - Existiam no BRASIL 363 engenhos de açúcar.
- 1621 - JUNHO - 13 - Criado o ESTADO DO MARANHÃO, separado do ESTADO DO BRASIL.
- 1621 - Antes que terminasse a trégua de paz, na HOLANDA foi fundada uma nova Companhia : "COMPANHIA PRIVILEGIADA ´DAS ÍNDIAS OCIDENTAIS" com acção directa nas costa de -ÁFRICA e do BRASIL.

- 1622 - Foram deportados para o BRASIL cerca de 30 sobas de ANGOLA, que se tinham revoltado.

- 1624 - MAIO - 8 - Início dos ataques duma forte esquadra holandesa contra SALVADOR. Era composta por 26 navios sob comando de JACOB WILLAKENS.
- 1624 - MAIO - 10 - Capitulação da cidade de SALVADOR, sendo preso o seu Governador, DIOGO DE MENDONÇA FURTADO, assim como alguns civis e religiosos jesuítas.
- Estava em jogo o negócio da cana-de-açúcar.

- 1625 - MARÇO - 22 - Uma grande esquadra portuguesa (70 navios e 12 mil homens) sob comando de D. FRADIQUE DE TOLEDO OSÓRIO chega à BAHIA, conseguem a rendição dos holandeses.
- 1625 - MAIO - 1 - Assinatura um Acordo sobre a recuperação da cidade.

- 1627 - FREI VICENTE DO SALVADOR publica "HISTÓRIA DO BRASIL".
- 1628 (?) -
- 1630 - A "COMPANHIA PRIVILEGIADA" preparou um novo ataque sobra a Capitania de PERNAMBUCO, sendo repelidos pelas forças luso-brasileiras instaladas em OLINDA que aproveitaram para os repelirem de outros postos que haviam ocupado. Um dos seus principais objectivos era o negócio do pau-brasil e dos escravos para a sua movimentação,bem como das plantações de cana de açúcar que iam tomando grande incremento no BRASIL (a partir de S. VICENTE e estendendo-se a outras regiões mais ao norte.

- 1634 - AGOSTO - Desde JANEIRO os navios holandeses transportaram do BRASIL para o seu país : - 1.755.700 florins de açúcar; - 514 mil florins de produtos resultantes dos saques que ali efectuaram ; - 72.000 florins de pau-brasil.
- 1635 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL,PEDRO SILVA.
- 1639 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, D. FERNANDO DE MAGALHÃES.

- 1640 - Foi nomeado o 1º Vice-rei do BRASIL,D. JORGE DE MASCARENHAS.
- 1641 - Formação dum Governo Provisório presidido pelo Bispo da BAHIA. A sua sede foi fixada no RIO DE JANEIRO.
- 1642 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL,ANTÓNIO TELES DA SILVA.
- 1643 - SALVADOR CORREIA DE SÁ foi nomeado General das Frotas do Brasil.
- 1643 - JUNHO - 8 - Alvará que concede a SALVADOR CORREIA DE SÁ a faculdade de atribuir mercês aos descobridores de minas.

- 1644 - O Conselho Ultramarino faz um apelo para o BRASIL ajudar ANGOLA contra o ataque dos holandeses.
- 1644 - OUTUBRO - 20 - D. JOÃO IV confirma o seu apoio a ANGOLA e o CONSELHO ULTRAMARINO nomeia o General SALVADOR CORREIA DE SÁ E BENEVIDES para comandar a frota nessa ajuda.
- 1645 - FEVEREIRO - 8 - Partida do BRASIL para ANGOLA das naus "SANTO ANTÓNIO", "Nª. Sª.DO ROSÁRIO" e "S. BENTO".
- 1645 - MAIO - Partem do BRASIL quatro naus e uma fragata sob o comando de FRANCISCO DE SOUTO MAIOR para apoio a ANGOLA.
- 1645 - Os holandeses criaram moedas para o BRASIL (em ouro).

- 1646 - JULHO - 5 - Parecer do CONSELHO ULTRAMARINO face à demora da ajuda a ANGOLA..."que sem Angola não havia Brasil"..."depois trataria das minas"...
- 1647 - ABRIL - 18 - Nomeação de SALVADOR CORREIA para Governador de Angola com apoio do Conselho Ultramarino, reforçado com mais alguns navios e 600 infantes.
- 1647 - SETEMBRO - 20 - Concessão da Patente de SALVADOR CORREIA DE SÁ para ..."governador e capitão-general do Reino de Angola" e governador do RIO DE JANEIRO e das Capitanias do Sul"...

- Proibição do fabrico de aguardente que já faziam concorrência à indústria do continente e também favorecendo os grandes engenhos mais interessados no negócio do açúcar..
- 1647 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, D. ANTÓNIO TELES DE MENESES.

- 1648 - Reforçando a argumentada vantagem da "linha de abastecimentos" africana, teria afirmado o carismático padre ANTÓNIO VIEIRA :..."sem pretos não há Pernambuco e sem Angola não há pretos"... até porque, dizia ainda ..."o Brasil que vive e se alimenta de Angola"...
ANGOLA estava transformada em "armazém" do BRASIL, funcionando quase como uma sua província, onde até imperavam governadores-gerais brasileiros (JOÃO FERNANDES VIEIRA, VIDAL DE NEGREIROS e outros).

- 1648 - MARÇO - D. JOÃO IV manda uma esquadra do BRASIL (partindo de GUANABARA) para ANGOLA, sob o comando de SALVADOR CORREIA DE SÁ.
- 1648 - AGOSTO - 20 - SALVADOR CORREIA e AERDEMBURG ANDRES LENS assinam o Auto de Rendição dos Holandeses na Fortaleza de S. PAULO DE LUANDA.

- 1648 - Publicação da obra "HISTÓRIA NATURAL DO BRASIL", de JORGE MACGRAVE, ex-residente em PERNAMBUCO.
- 1649 - Inicia funções o Governador do BRASIL,(2º Conde de CASTELO MELHOR),JOÃO RODRIGUES DE VASCONCELOS E SOUSA.
- 1649 - Fundação da COMPANHIA DO BRASIL obtendo o monopólio sobre o comércio do vinho, azeite e do bacalhau para o BRASIL.
- 1650 - No Nordeste havia ainda poucas indústrias e imperavam os "coronéis" nas suas extensas plantações da cana-de-açúcar, com sistemas ultrapassados que se foram arruinando, passando a reinar a prepotência, a malandragem e os crimes sem castigo, mesmo nos níveis sociais superiores!
-- Durante muitos anos depois do início da chegada dos colonos europeus e dos escravos africanos ao BRASIL, os índios foram severamente afectados por diversas epidemias e doenças para as quais não tinham imunidades ou resistências (peste - varíola - febre amarela),desde a BAHÍA ao norte de PERNAMBUCO, sem recursos nem hipóteses de salvação; os seus próprios cadáveres, acumulados ou espalhados, aumentavam esses perigos, tudo isso, além das muitas dizimações que lhes foram deliberadamente infligidas sob os mais escandalosos argumentos !

-- Muitos escravos índios (e outros), fugidos ou não, buscavam refúgio junto às fazendas protegidas e controladas pelos missionários, que também os usavam e, muitas vezes, abusavam. Estavam a coberto dos "Vieiristas" em prejuízo dos escravos africanos que os iam substituindo por serem considerados mais fortes e imunes a certas "pragas" ! Era o..."dar com uma mão e retirar com a outra"... A grande maioria dos escravos africanos era, forçosamente, constituída por rapazes, ainda bastante jovens.
......................................
- 1654 - JANEIRO - 26 - Capitulação dos holandeses instalados no RECIFE, assinada na CAMPINA DO TABORDA, terminando com 30 anos de guerras..
- 1654 - D. JERÓNIMO DE ATAÍDE, 6º Conde de ATOUGUIA, toma posse de Governador-geral do BRASIL.
- 1654 - Os ingleses obtiveram autorização para negociarem com o BRASIL, fazendo escala obrigatória em LISBOA,mas em grande número e capacidade.
- 1656 - Os holandeses exigem a restituição dos territórios ultramarinos que haviam tomado à força aos portugueses. Acabam por declarar guerra a PORTUGAL.
- 1656 - NOVEMBRO - 6 - Falecimento de D. JOÃO IV. Sucedeu o menor, D. AFONSO VI (ficando como regente D. LUÍSA DE GUSMÃO).
- 1657 - Nomeação de FRANCISCO BARRETO DE MENESES para Governador-geral do BRASIL.



- 1661 - TRATADO DE PAZ com a HOLANDA.
- 1661 - Os holandeses conseguem igual(?)autorização. Revolta dos fazendeiros do Nordeste (PARÁ e MARANHÃO) contra os jesuítas.

-  Prendem o padre ANTÓNIO VIEIRA, expulsando-o para LISBOA.
---     Sobre a presença e expulsão do Padre ANTÓNIO VIEIRA no BRASIL - ver :  tm@gmail.com (EM BUSCA DO OURO NEGRO)

- 1662 - Foi nomeado PEDRO DE MELO para Governador do RIO DE JANEIRO.
- 1663 - Nomeação do 2º Vice-rei e Governador do BRASIL, D. VASCO DE MASCARENHAS.
- Classificação (designação) atribuída aos residentes no BRASIL por alcunhas ; - aos habitantes (mazombos ou brasileiros); aos do Reino (reinóis - mascates - emboabas - marinheiros.
- 1664 - SETEMBRO - 23 - Provisão Régia sobre a lotação dos navios guerreiros e seus limites por imposição do CONSELHO ULTRAMARINO.
- 1665 - Foi estabelecido um novo monopólio para um outra grande negócio : o sal.

-1667 - MARÇO - No BRASIL foram presos alguns amotinados angolanos, ali refugiados por descontentamento com a política do governo.

- 1667 - Os franceses foram autorizados a negociarem com o BRASIL.
- 1667 - NOVEMBRO - 23 - Início do governo do Príncipe Regente,D. PEDRO.
- 1668 - FEVEREIRO - 13 - Assinatura do TRATADO DE MADRID com reflexos no alargamento dos limites do BRASIL.
- 1669 - JUNHO - TRATADO DE HAIA - Os holandeses são obrigados a deixarem o BRASIL.
- 1670 - AGOSTO - 30 - O CONSELHO ULTRAMARINO proíbe o fabrico de aguardente de cana sacarina em ANGOLA, para não afectar a produção brasileira nem o consumo dos vinhos de PORTUGAL e das suas receitas alfandegárias.
- 1671 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, AFONSO FURTADO MENDONÇA C. RIO E MENESES.
- 1672 - AGOSTO - Alguns fidalgos da corte da MATAMBA (ANGOLA) foram deportados para o BRASIL.
.............................................................
- 1673 - MAIO - Alguns desses exilados seguiram do BRASIL para LISBOA.
- 1674 - O bandeirante FERNÃO DIAS PAIS avança para o interior de MINAS em busca das famosas esmeraldas.
Tendo falecido essa viagem foi substituído por seu filho,GARCIA RODRIGUES PAIS e MANUEL DE BORBA GATO, bem conhecido por "GATO DAS BOTAS", ao qual foi concedida a tarefa da abertura duma ligação directa par o RIO DE JANEIRO. A grande missão das "entradas" ou "bandeiras" era de avançarem para o sertão e dilatarem as zonas até então já visitadas,com o objectivo da instalação de novos colonos e justificar o alargamento dos limites legalmente estabelecidos. Por outro lado aumentavam as remessas do pau - brasil que começara a rarear no litoral tal os enormes abates que já haviam feito desde 1501.
- 1675 - MAIO/JUNHO - Decisão do Governo português para proteger as costas africanas contra os negreiros ligados aos engenhos do BRASIL.

- 1677 - No BRASIL, os Governadores passam a ser designados "capitães-generais".
- 1678 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, ROQUE DA COSTA BARRETO.
- 1682 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, ANTÓNIO DE SOUSA MENESES.
- 1683 - SETEMBRO - 12 - Falecimento de D. AFONSO VI,em SINTRA.Sucedeu-lhe D. PEDRO II.

- 1684 - MARÇO - 24 - Carta Régia sobre a igualdade de direitos e provimentos entre brancos e negros.

- 1684 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, D. ANTÓNIO LUÍS DE SOUSA TELLO DE MENESES (Marquês de MINAS).
- 1686 - A "COMPANHIA FIDE" dificulta as ordenações de mulatos e mestiços no BRASIL e os Carmelitas Descalços ali instalados rejeitam a sua admissão,reservando-a só para europeus !
- 1687 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL,MATIAS DA CUNHA.
- 1690 - O negócio do sal brasileiro estava monopolizado pela coroa portuguesa para evitar a sua concorrência no continente.
- 1692 - As "Instruções" recebidas pelo padre jesuíta BARBANÉ SOARES, para administrar o ENGENHO SERGIPE DO CONDE, não eram diferentes de quaisquer outras quanto ao tratamento a dar aos escravos ou até,pelo contrário, ainda seriam mais gravosas e limitativas !

- 1692 - MAIO - 22 - DIOGO DE MENDONÇA CORTE REAL, embaixador português da HOLANDA, obtém a concretização do Tratado para o pagamento de 80 mil patacas de indemnização pelas perdas sofridas .
- 1693 - Entram em circulação moedas brasileiras (de XX réis em cobre).
- 1694 - Entra em funções o Governador-geral do BRASIL,D. JOÃO DE LENCASTRE.

- 1695 - OUTUBRO - 13 - O Governador GOMES FREIRE,permite a compra de ..."cada escravo por quatro ou cinco mil réis, a troca de ferramentas,velório e bagatelas, e vendendo-se depois por trinta"... 
- 1695 - NOVEMBRO - 18 - Despacho Régio, apoiado pelo CONSELHO ULTRAMARINO, autoriza a exportação de "aguardente do Brasil" para ANGOLA,o que estava proibido desde 1679. Afinal, era essa aguardente que servia de "moeda de troca" no negócio do tráfico de escravos.

- 1696 - Criação dos primeiros juízes-de-fora no BRASIL (BAHIA - RIO DE JANEIRO e PERNAMBUCO). Na BAHIA, capital, passa a funcionar uma CÂMARA.
- 1699 - Chega a LISBOA o primeiro (??) ouro do BRASIL, num total de 514 quilos.

- 1701 - Fundação da CASA DOS QUINTOS.
- 1701 - JUNHO - 18 - TRATADO entre PORTUGAL,ESPANHA e FRANÇA sobre os limites ao sul do BRASIL (COLÓNIA DE SACRAMENTO).
- 1702 - Foi estabelecido o "Regimento dos superintendentes,guarda-mores e oficiais deputados para as minas de ouro".
..............................................

------- A) - 1) - "AS CIDADES HISTÓRICAS" : ---------

- 1706 - DEZEMBRO - 9 - Falecimento de D. PEDRO II, sucedendo-lhe D. JOÃO V.
- 1709 - NOVEMBRO - 25 - Foi proibida a emigração para o BRASIL.
- 1709 - Foi criada a Capitania-Geral de S. PAULO E DAS MINAS DE OURO, sob orientação do Governador e capitão-general, ANTÓNIO DE ALBUQUERQUE COELHO DE CARVALHO.
- 1710 - Lutas entre as armadas de PORTUGAL e da FRANÇA. comandada por JEAN FRANÇOIS DU CLERC que tencionava apoderar-se da cidade do RIO DE JANEIRO, via GUARATIBA. Nomeação do Governador-geral do BRASIL, D. LOURENÇO DE ALMADA.
- 1711 - Posse do Governador-geral do BRASIL, PEDRO DE VASCONCELOS E SOUSA.
- 1711 - Publicação da obra "CULTURA E OPULÊNCIA DO BRASIL, POR SUAS DROGAS E MINAS", da autoria de JOÃO ANTÓNIO ANDREONI, em que salienta a enorme importância adquirida pela indústria açucareira.
- 1711 - A poderosa armada francesa, chefiada por RENÉ DUGUAY-TROUIM, apodera-se da cidade e efectuam saques por todos lados, sem que tivessem chegado os reforços pedidos ao Governador de S. PAULO E MINAS,COELHO DE CARVALHO.

- 1712 - MARÇO - 28 - Decreto que proíbe a entrada de degredados no BRASIL, mas continuando a seguirem para ANGOLA!.

- 1714 - Posse do Governador-geral e Vice-rei do BRASIL, D. PEDRO ANTÓNIO DE NORONHA E ALBUQUERQUE.

- 1716 - Os ingleses superavam todos os seus adversários nos negócios com o BRASIL, que por sua vez já ultrapassara os seus concorrentes vizinhos.

- 1718 - MARÇO - 9 - Provisão régia em defesa dos índios, desde que se mantivessem limitados aos costumes e hábitos normais dos restantes nativos e com cumprimento das leis gerais, continuando assim a autorizar a sua escravidão !.

- ANTÓNIO PIRES DE CAMPOS, PASCOAL MOREIRA CABRAL e MIGUEL SUBTIL, avançam para o MATO GROSSO e descobrem, em CUIABÁ, uma importante jazida de ouro,esquecendo-se logo dos escravos que pretendiam capturar.
- 1718 - Nomeação do Governador-geral D. SANCHO DE FARO E SOUSA (2º Conde de Vimioso).
- 1719 - Formação do Governo Provisório com o Arcebispo da BAHIA e outras entidades.
- 1720 - FEVEREIRO - 1 - Extinção da COMPANHIA GERAL DO COMÉRCIO DO BRASIL.
- 1720 - A sede do Governo-geral brasileiro (Vice-Reino)transita de SÃO SEBASTIÃO DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS para SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO. Foi criada a Capitania de MINAS GERAIS, independente da de S. PAULO.
- 1720 - AGOSTO - 29 - Publicação do Decreto que proíbe as autoridades e os oficiais militares de comerciarem no Reino do BRASIL ou fora dele.
- 1720 - OUTUBRO - 24 - O Conde, Governador do RIO, manda suspender a Lei que autoriza a construção das "OFICINAS REAIS".
- 1720 - Nomeação do Governador-geral do BRASIL, VASCO FERNANDES CÉSAR DE MENESES.
- 1720 - Diversos revoltosos conseguem um acordo assinado pelo D. PEDRO DE ALMEIDA, conde de ASSUMAR, Governador, para suspender a execução da Lei sobre a cobrança do "quinto" sobre o ouro recolhido. Essa situação provoca no entanto uma enérgica reacção governamental que atingiu o capitão-general FILIPE DOS SANTOS FREIRE (português)
- 1721 - Com a nova administração política surgem algumas vilas importantes : RIBEIRÃO DO CARMO (MARIANA) - VILA RICA - SABARÁ - S. JOÃO D' EL REI -
- 1722 - NOVEMBRO - 11 - Foi o "bandeirante" FRANCISCO DE MELO PALHETA que levou o café para o BRASIL, tendo viajado pelo rio MADEIRA, desde BELÉM DO PARÁ, acompanhado de alguns cristãos e índios (além dos que foi aprisionando).
- 1724 - O total do ouro transportado do BRASIL para PORTUGAL atingiu o valor de 10 milhões de cruzados.
- 1726 - Chegada do novo Governador-geral do BRASIL, DIOGO LUÍS DE OLIVEIRA.
- 1727 - Data provável da introdução do café no BRASIL.
- 1728 - O ouro "armazenado" nos cofres oficiais foi substituído, misteriosamente, por chumbo !!...Mesmo assim PORTUGAL "nadava" em ouro !!
- 1729 - Foram descobertos alguns diamantes na região do SERRO FRIO (MINAS GERAIS).

**- 1729 - O imposto sobre a exportação dos escravos, no valor de 1.200$000 por cabeça, salvara o Orçamento Público de ANGOLA. O seu "ouro negro" (mão-de-obra local) estava ao serviço do "ouro amarelo" do BRASIL..."para aumentar,brilhar e enfeitar as cabeças dos reis e rainhas, as igrejas de Portugal e de Espanha"... (v. "ANGOLA-DATAS E FACTOS - 2º Vol.pgs.150).

- 1731 - D. JOÃO V manda readmitir um advogado mulato que havia sido dispensado por motivos raciais.
- 1732 - 1ª exportação de café do BRASIL para LISBOA. Inicialmente fora cultivado nos "quintais" no MARANHÃO e no RIO DE JANEIRO (floresta da TIJUCA , JACAREPAGUÁ e LAGOA RODRIGO DA FONSECA, etc, mantendo-se muito tempo como zona privilegiada e bem servida de mão-de-obra escrava).
- 1733 - GOMES FREIRE DE ANDRADA foi nomeado Governador da Capitania do RIO DE JANEIRO.
- 1734 - DEZEMBRO - 17 - Legislação sobre o pagamento de 1% de imposto (direitos) sobre o ouro remetido pelos portos brasileiros.
- 1735 - Nomeação do 4º Conde de GALVEIAS, ANDRÉ DE MELO E CASTRO, para Vice-rei e Governador-geral do BRASIL.
- 1735 - Nomeação de FREIRE DE ANDRADA,Governador do RIO DE JANEIRO para acumular o governo de MINAS GERAIS, com intervenção até ao RIO DA PRATA, onde existia a Colónia de SACRAMENTO, desde 1680.
- 1742 - Além das remessas de ouro por particulares para PORTUGAL, ainda se devem acrescentar as oficiais.
...........................................................
- 1745 - ABRIL - 9 - Ordem Régia determina a eliminação de certos "Quilombos" (também designados "zúngus") de fugídiços por constituírem uma ameaça aos viajantes,mas desse modo se foram "acumulando" noutras zonas do interior (sertão), perigando o seu desenvolvimento.
- 1745 - MAIO - D. JOÃO V proíbe as danças chamadas "cheganças", comuns nas "umbigadas" no final dos batuques, costumes transmitidos de ANGOLA para o BRASIL. Tanto o batuque como o "Fado" tiveram no "Lundu" uma forma de transição comum.
- 1748 - DEZEMBRO - 23 - D. JOÃO V "compra" o título papal "Fidelíssimo" com ouro brasileiro.
- 1749 - Posse do 10º Conde de ATOUGUIA, D. LUÍS PEREGRINO DE ATAÍDE, como Vice-rei e Governador-geral do BRASIL.
- 1749 - DEZEMBRO - O "quinto" enviado do BRASIL atingiu cerca de 3,5 milhões de cruzados, só pela frota do RIO DE JANEIRO ! Isso, sem contar ainda com as taxas obrigatórias das "Casas de Fundição" e de outras,assim como também com o ouro dos particulares, que sempre ia escapando ao controle oficial.

- 1750 - O período de colonização no BRASIL, decorrido desde 1620, foi considerado como de "lusitanização" das terras ocupadas, com acentuadas influências coloniais que encaminharam para um sistema de "luso-brasilianização", com uma mais rápida e acentuada adaptação da zona litoral (do ATLÂNTICO), bem com ares portugueses numa extensa área litoral de 4.000 kms.,confirmada internacionalmente,com uma zona central influenciada pelo Governo-Geral de S. SALVADOR DA BAHÍA, do RECIFE no Nordeste e pela Capitania de S. VICENTE (ao sul) com o progressivo S. PAULO. Para PORTUGAL essa época foi considerada a "IDADE DO OURO".
- 1750 - JANEIRO (FEVEREIRO ?) - 13 - D. JOÃO V e D. FERNANDO VI (de ESPANHA), assinaram o TRATADO DE MADRID (ou dos LIMITES). Estudado e negociado por ALEXANDRE DE GUSMÃO (de MINAS GERAIS ?), para o plano da delimitação da fronteira do BRASIL, além AMAZÓNIA, alterando o TRATADO DE TORDESILHAS e alargando os vastos horizontes brasileiros, com cedências no sul do território(SACRAMENTO, novamente).
- 1750 - JULHO - 31 - Com o falecimento de D. JOÃO V sucedeu-lhe seu filho,D. JOSÉ.
- 1751 - OUTUBRO - 14 - Proibição do transporte de escravos índios do BRASIL para portos estrangeiros e outros domínios portugueses, com o apoio dado pelo CONDE DE OEIRAS ao seu irmão, MENDONÇA FURTADO, Capitão-general do Estado do BRASIL.
........................................................
- 1754 - Recusa dos jesuítas espanhóis e dos seus aliados índios Guarani no cumprimento da evacuação da zona que então ocupavam e tendo em vista a implantação do TRATADO DE MADRID na zona Sul.
- 1755 - ABRIL - 4 - Publicação do decreto real que concede a liberdade dos índios e os direitos de preferência oficiais aos colonos portugueses casados com índias brasileiras, a liberdade dos seus descendentes, a proibição de ofensas às suas origens e a condenação da interferência dos jesuítas nessas medidas que tinham obtido todo o apoio de SEBASTIÃO JOSÉ DE CARVALHO.
- 1755 - ABRIL - 13 - Publicação do decreto que obriga os jesuítas ao pagamento de dízimos sobre as suas actividades e negócios com explorações agrícolas, situação que assusta os milhares de índios sujeitos às suas influências e prepotências.
- 1755 - JUNHO - 6 - Foi concedida a liberdade dos trabalhadores índios do GRÃ-PARÁ E MARANHÃO, devendo serem substituídos por africanos. Foi criado o DIRECTÓRIO DOS ÍNDIOS.

-- 1755 - JUNHO - 7 - Alvará Régio que cria a COMPANHIA GERAL DO GRÃ-PARÁ E MARANHÃO, com direito exclusivo da importação de escravos de ANGOLA, com isenção de taxas e direitos alfandegários, podendo traficarem até 100 mil escravos durante o período de 20 anos !
- 1755 - Posse do Vice-rei e Governador-geral do BRASIL, D. MARCOS JOSÉ DE NORONHA E BRITO.
- 1756 - JANEIRO - 26 - Estabelece direitos sobre a exportação dos escravos, sendo dependentes das suas alturas; assim, ..."8.700 réis para os que tivessem quatro palmos craveiros" e 350 réis para "os mais baixos"...
- 1756 - O governo de LISBOA (com SEBASTIÃO JOSÉ DE CARVALHO), impõe ao BRASIL a concessão de donativos para a reedificação da cidade destruída pelo terramoto. No entanto essas despesas foram largamente apoiadas pela elevada existência de barras de ouro nos cofres públicos.
- 1757 - Chegam a ANGOLA 170 degredados do BRASIL, incluindo índios revoltados em Fevereiro do ano anterior.
- 1757 - POMBAL proíbe o uso de qualquer linguagem além da portuguesa que passou a ser obrigatória no Ensino oficial.
- 1758 - JANEIRO - 11 - Alvará Régio estabelece limites nos transportes de escravos e as suas condições. Foi mantida a sujeição ao BRASIL, classificada de "PERÍODO BRASILEIRO", abrangendo o resgate de escravos, sem oposição das autoridades oficiais. Foram revogados os "direitos novos e os velhos".
- 1758 - MAIO - 8 - Foram declarados livres todos os índios do BRASIL.
..............................................
- 1760 - Expulsão dos jesuítas instalados no BRASIL, onde mantinham 15 Colégios em paralelo com a exploração de numerosos engenhos e milhares de escravos.
- 1760 - Nomeação do 1º Marquês de LAVRADIO, D. ANTÓNIO DE ALMEIDA SOARES PORTUGAL como Vice-rei e Governador-geral do BRASIL.
- 1760 - Os interesses ultramarinos passam a ser regulados por FRANCISCO XAVIER DE MENDONÇA FURTADO.
- 1761 - FEVEREIRO - 12 -O TRATADO DO PARDO suspende o TRATADO DE MADRID,(ou "DOS LIMITES"), de 13 de Janeiro de 1750.
- 1761 - ABRIL - 2 - Decretada nova Abolição das barreiras que dificultavam a concessão dos direitos de todos cidadãos para serem baptizados e da concessão da liberdade dos índios do BRASIL.
- 1761 - SETEMBRO - 19 - Alvará declarando proibida a entrada de escravos africanos em PORTUGAL e considerando libertos, após 12 meses, todos os que ali desembarcassem. Um dos objectivos era evitar a saída de escravos do BRASIL.
................................................
- 1763 - JANEIRO - 27 - Carta Régia eleva o BRASIL a Vice-Reino de PORTUGAL. A sua capital transita então de SALVADOR (desde 1549)para o RIO DE JANEIRO.
- 1763 - Falecimento do Governador GOMES FREIRE DE ANDRADA.
- 1763 - JUNHO - 27 - Nomeação de D. ANTÓNIO ÁLVARES DA CUNHA para Vice-rei e Governador-geral do BRASIL.
- 1764 - JUNHO - 8 - Carta do Vice-rei D. ANTÓNIO ÁLVARES,"Conde da CUNHA", que informa o envio de diversos degredados para ANGOLA : - ÂNGELO GONÇALVES - BENTO JOSÉ GOMES BRAGA - FILIPE FERREIRA - FRANCISCO DE OLIVEIRA GAGO - GABRIEL DA COSTA - INÁCIO FRANCISCO - JERÓNIMO AFONSO - JOSÉ ANTÓNIO DA SILVA - JOSÉ RODRIGUES MATOS - LUÍS ANTÓNIO - SALVADOR NUNES - SEBASTIÃO GOMES - VENTURA SIQUEIRA.
- 1765 - OUTUBRO - 16 - "Bando" que reprime a vadiagem e ameaçando-a com trabalho escravo no BRASIL.
- 1766 - A renovação da obrigação dos donativos imposta ao novo Governador, D. JOSÉ LUIS DE MENEZES ABRANCHES DE CASTELO BRANCO E NORONHA, Conde de VALADARES, teria o apoio de MARIANA, SABARÁ e VILA RICA. Foram mesmo suficientes para a cobertura das grandiosas despesas das obras (na altura consideradas justificáveis) do CONVENTO DE MAFRA e dos faustos e desperdícios da Coroa Portuguesa.
No entanto, também foi imenso o que ficou aplicado nas maravilhosas igrejas, nos palácios, bibliotecas, museus e grandiosas residências particulares do BRASIL. Mas ainda bastante mais importantes foram todos os "carregamentos" efectuados pelos ingleses, holandeses e espanhóis nos seus barcos ou também pela Coroa Portuguesa que manobrava a situação !
Essas inesperadas riquezas transportadas do imenso BRASIL (MINAS GERAIS, NORDESTE, RIO DE JANEIRO,S. PAULO) para alguns países da EUROPA, deram-lhes mais benefícios do que a PORTUGAL que, afinal, funcionava como que um "corredor atlântico", aliás como também acontecera antes com o açúcar.
O maior proveito reflectiu-se a favor dos ingleses, holandeses e espanhóis. Ironicamente quem possibilitava toda essa fabulosa corrente mineira e agrícola eram os esquecidos, desgraçados e maltratados escravos africanos (grande parte de ANGOLA), substituindo a mão-de-obra local (Índios), mais protegidos e resguardados desde 1570 pela influência e acção dos jesuítas,por serem considerados fracos ou menos prestáveis para as esforçadas tarefas. Assim, esses defensores locais, passaram a preferir e incentivar a "exportação africana" de que também beneficiavam largamente.
A partir do século XVII só ANGOLA teria "abastecido o mercado" brasileiro com 2/3 dos escravos ali chegados, tanto quanto as epidemias da varíola o permitiam. Essas contingências aumentavam os fornecimentos de outras fontes, em especial da COSTA DA MINA (COSTA DA GUINÉ), onde os portugueses também já tinham os seus interesses!
- 1767 - Expulsão dos jesuítas do BRASIL e que estavam "camuflados" em "Reduções" (ajuntamentos de povos,talvez refugiados).

- 1770 - Início das plantações de Café no vale de PARAÍBA.

- 1771 - AGOSTO - 6 - Portaria do Vice-Rei do BRASIL : - "despromove" um "capitão-mor" índio por ter sido acusado de ..."baixos sentimentos"...ao casar com uma negra, o que foi considerado que manchava o seu sangue!

- 1771 - Foi criada a JUNTA DA REAL EXTRACÇÃO DOS DIAMANTES

- 1772 - Desde 1621 existiam dois ESTADOS no BRASIL : - o do BRASIL e o do MARANHÃO (incluía CEARÁ e PARÁ), sendo a BAHÍA a capital do BRASIL e, a do MARANHÃO, passara de S. LUÍS para BELÉM DO PARÁ, mas dependendo directamente de LISBOA.

A BAHÍA era uma Capitania Régia com um Governador-Geral ali residente; usava também o título de Vice-Rei, sendo normalmente um militar de alta patente ou um fidalgo.
Era esse o destino mais favorável entre LISBOA e o BRASIL, com viagens periódicas que duravam entre 53 a 55 dias, sendo de 65 dias até ao RIO DE JANEIRO. No regresso, tornavam-se muito mais demoradas (80 dias ou mais) sendo utilizadas as frotas do RIO DE JANEIRO. As saídas de LISBOA estavam estipuladas entre 15 de Dezembro a 20 de Janeiro e as de regresso do BRASIL, em fins de Maio ou Junho(ou ainda também durante o último trimestre).
A maioria das exportações destinava-se a PORTUGAL, em especial as de : - açúcar, tabaco, cacau e do pau-brasil. Numa outra fase anterior(desde 1700 a 1750) o ouro tinha sido a principal exportação, enriquecendo LISBOA e outras cidades, atingindo cerca de 500 toneladas (ouro puro), no valor global de 4 milhões de cruzados. No entanto, LONDRES terá sido a capital mais beneficiada.

- 1772 - A Reforma da UNIVERSIDADE DE COIMBRA favorece a frequência de estudantes brasileiros.
- 1772 - NOVEMBRO - 10 - Foi fixado o "Subsídio Literário" para o pagamento dos encargos com os professores.
- 1774 - O Ministro do Reino, SEABRA DA SILVA, foi degredado para ANGOLA através do BRASIL.
- 1775 - Posse do Governador-geral do BRASIL, JOAQUIM DE MELO E PÓVOAS.
- 1775 - O Governador de GOIÁS, CONDE DE MOSSAMEDES, SENHOR DE MELO, manda dividir os julgados de SANTA CRUZ e do RIO DAS ABELHAS.
-- 1776 - JULHO - 4 - O Congresso Norte-Americano, aprova a "DECLARAÇÃO DE INDEPENDÊNCIA, redigida por THOMAS JEFFERSON, mas onde ainda se encontravam  500.000 escravos !...Ali existira a maior população escrava das "AMÉRICAS" !

- 1777 - OUTUBRO - 1 - O TRATADO DE S. ILDEFONSO, entre PORTUGAL e ESPANHA, sobre os limites do Sul, resolve os problemas levantados pelo TRATADO DE MADRID.
- 1777 - FEVEREIRO - 24 - Falecimento de D. JOSÉ I.
- 1778 - JANEIRO - 5 - Extinção da COMPANHIA GERAL DO GRÃ-PARÁ E MARANHÃO.
- 1779 - Criação da ACADEMIA REAL DAS CIÊNCIAS DE LISBOA.
- 1779 - Toma posse o Vice-rei e Governador-geral do BRASIL,LUÍS DE VASCONCELOS E SOUSA (Conde de FIGUEIRÓ).
- 1780 - A COMPANHIA GERAL DO GRÃ PARÁ E MARANHÃO(já extinta) foi substituída pela COMPANHIA DO COMÉRCIO EXCLUSIVO.
- 1782 - DEZEMBRO - População do BRASIL : Livres - 1.555.200 ; Escravos - 1.500.000.
- 1785 - JANEIRO - 5 - Alvará (Decreto ?) de D. MARIA I restringe a indústria têxtil no BRASIL, excepto para tecidos destinados aos escravos.
- 1787 - MAIO - THOMAS CLARKSON e WILLIAM WILBERFORCE, e alguns outros abolicionistas, formam a "COMISSÃO PARA A ABOLIÇÃO DO COMÉRCIO DE ESCRAVOS", tendo ainda o apoio dos "quakers" e anglicanos evangélicos.
- 1788 - A "LEI DE DOLBEN" impõe obrigações e limitações nos transportes de escravos africanos em navios negreiros. Teve o apoio de centenas de longas petições populares.
- 1788 - Morte do Príncipe-herdeiro D. JOSÉ.
- 1789 - MARÇO - Na viagem de regresso de ELIAS DA SILVA CORRÊA e outros companheiros, de ANGOLA para o BRASIL, foram transportados também nos bergantins "CARMO" e "BONFIM", cerca de 400 escravos, dos quais faleceram 100 durante essa viagem.
- 1789 - No final desta década os navios ingleses haviam transportado mais 300 mil escravos africanos, dos quais cerca de 24 mil não chegaram ao destino !
- 1790 - Posse do Vice-rei e Governador-geral do BRASIL,D. JOSÉ LUÍS DA COSTA DE CASTRO.
- 1790 - O capitão-general BERNARDO JOSÉ DE LORENA manda construir uma estrada sinuosa,seguindo a antiga e íngreme trilha dos jesuítas para as mulas que faziam aquele perigoso percurso, carregadas de mercadorias para o porto de SANTOS...."Ouvia-se primeiro a voz áspera dos tropeiros,tocando seus animais,a ecoar tão acima das nossas cabeças que parecia sair das nuvens. Depois,ouvia-se o "clac-clac" das patas ferradas dos animais nas pedras e avistavam-se as mulas no esforço de se segurarem na ladeira,parecendo arrastadas pelos pesados fardos que carregavam"... (em : "SKETCHES OF RESIDENCE AND TRAVELS IN BRAZIL",vol. 1 - pgs. 212/213, de DANIEL KIDDER)

- 1790 - DEZEMBRO - POPULAÇÃO no BRASIL : - Total - 3.325.000 habitantes.
- 1792 - D. MARIA I foi dada como ..."em estado de loucura".
- 1792 - MARÇO - 10 - O Conselho de Estado pede a D. JOÃO para assumir o Governo.
- 1797 - DEZEMBRO - Exportação total do BRASIL foi de 4.258.823$470 réis.
- 1798 - DEZEMBRO - POPULAÇÃO no BRASIL : - 3.300.000 (?), sendo 800 mil brancos (cerca de 25%).
- 1799 - MAIO - 9 - Carta do Governador de ANGOLA, D. MIGUEL ANTÓNIO DE MELO, pedindo apoio marítimo contra os franceses no litoral da sua Capitania, em virtude da indiferença manifestada pelos ingleses.
- 1799 - D. MARIA I foi considerada incapaz.

- 1800 - DEZEMBRO - Existia no BRASIL um milhão de escravos africanos utilizados principalmente nas diversas explorações : açúcar, café, minas e pecuária. Nas "restantes AMÉRICAS" (Centro e Sul,a cargo da ESPANHA e da FRANÇA), os traficantes ingleses, em especial e LIVERPOOL, tinham exportado "meio milhão" de escravos !

- 1801 - Posse do Vice-rei e Governador-geral do BRASIL, D. FERNANDO JOSÉ DE PORTUGAL (Marquês de AGUIAR).
- 1801 - Termina o monopólio estatal do sal.
- 1802 - MAIO - 24 - Transferência do bispo de ANGOLA, D. LUIS DE BRITO HOMEM, para o BRASIL.
- 1802 - JUNHO - 5 - Ordem Régia reforça o Alvará de 5 de Janeiro de 1785.
- 1802 - DEZEMBRO - A Exportação total do BRASIL atinge 10.353.244$931 réis.
- 1803 - NOVEMBRO - 2 - Segue viagem para o BRASIL o bispo D. BRITO HOMEM.
- 1804 - MAIO - Chega a ANGOLA o bispo D. JOAQUIM MASCARENHAS CASTELO BRANCO,o primeiro de origem brasileira a ser ali colocado.
- 1805 - NOVEMBRO - 25 -
- 1805 - DEZEMBRO - As exportações do BRASIL sobem para o total de 14.153.761$891 réis.

*- 1807 - MARÇO - 27 - Proibição do tráfico de escravatura para as colónias inglesas, que, em muitos casos, foram bastante severos : ..."chegaram a triturar os pés dos escravos entre as engrenagens das rodas dos engenhos de açúcar"... (referido na obra "O BRASIL",de AUGUSTO DE CARVALHO). O publicista HARRY JONHSTON acusara os ingleses de ..."na ilha de Barbados, por espaço de cem anos, foram os negros amotinados, torturados, garrotados, deixados morrer à fome, queimados vivos"...
- 1807 - MARÇO - 29 - Tomada de posse do Governador e capitão-general de ANGOLA, D. ANTÓNIO DE SALDANHA DA GAMA, Conde de PORTO SANTO. O Governador e Capitão-general do MARANHÃO tinha então 29 anos de idade.
- 1807 - SETEMBRO - 17 - Proibição do "CORREIO BRASILIENSE" circular no BRASIL.
- 1807 - OUTUBRO - 27 - Um plano inglês "retalhava" o território português !
- 1807 - NOVEMBRO - 5 - O governo português decreta a prisão dos ingleses residentes em LISBOA.
- 1807 - NOVEMBRO - 6 - A esquadra inglesa com 7 mil homens comandados por Sir SIDNEY SMITH chega à foz do TEJO para protecção da Família Real Portuguesa. Entretanto os ingleses já "retalhavam" os territórios portugueses.
- 1807 - NOVEMBRO - 29 - Partida da Família Real Portuguesa para o BRASIL,com cerca de 10 (12 ?) mil acompanhantes(nobres, funcionários, militares, negociantes,etc.), deixando no cais de BELÉM 317 caixas com os livros (cerca de 60 mil)da "REAL BIBLIOTHECA" (BIBLIOTECA NACIONAL, vinte vezes maior do que a Biblioteca de THOMAS JEFFERSON e considerada..."a maior do mundo"). Foram embalados pelo arquivista, estudante na UNIVERSIDADE DE COIMBRA, LUIZ JOAQUIM DOS SANTOS MARROCOS (e seu pai)
- D. MARIA I e D. JOÃO, acompanhado pelos seus filhos PEDRO, MIGUEL e ANA DE JESUS embarcaram no "PRÍNCIPE REAL", enquanto D. CARLOTA JOAQUINA, com outros 4 filhas seguiam no "AFONSO DE ALBUQUERQUE" e 2 filhas no "RAINHA DE PORTUGAL". Os navios eram apoiados pela esquadra inglesa.

- 1808 - JANEIRO - 22 - Chegada do Príncipe Real à BAHIA.
- 1808 - JANEIRO - 28 - Carta Régia sobre a liberalização do comércio brasileiro (fábricas proibidas em 1785.
- 1808 - Posse do 15º Vice-rei e 49º Governador-geral do BRASIL, D. MARCOS DE NORONHA E BRITO.
- 1808 - FEVEREIRO - 26 - A Família Real prossegue a sua viagem para o RIO DE JANEIRO.
- 1808 - MARÇO - 7 - Chegada da Família Real ao RIO DE JANEIRO, onde teve grande recepção popular.
- 1808 - MARÇO - 10 - Foram criadas diversas Secretarias de Estado portuguesas no BRASIL.
- 1808 - ABRIL - 1 - D. JOÃO concede liberdade comercial e industrial, abrangendo também a exploração do algodão.
- 1808 - MAIO - 13 - Disposições aprovadas pelo regente D. JOÃO dando apoio ao avanço dos bandeirantes para o interior, o que afecta os povos locais.
-- Decreta a publicação oficial da "LEGISLAÇÃO E PAPÉIS DIPLOMÁTICOS" e outros documentos - (IMPRESSÃO RÉGIA) -
- 1808 - SETEMBRO - Primeira publicação de "A GAZETA DO RIO DE JANEIRO".
- 1808 - NOVEMBRO - 5 - Carta Régia do Príncipe, em que afirmava : "...não há meio algum de civilizar povos bárbaros senão ligando-os a uma escola severa."... - Autorizava a : "...todo miliciano ou qualquer morador que segurar alguns desses índios, considerá-lo por quinze anos como prisioneiro de guerra, destinando-o ao serviço que mais lhe convier"...
- 1808 - NOVEMBRO - 25 - Concessão régia de Sesmarias a estrangeiros residentes no BRASIL.

-- (1808 - Consultar na INTERNET :
http://veja.abril.com.br/especiais/ ... )
mundolusiada.co.br/ml_200anos.htm
......................................................................
- 1810 - FEVEREIRO - 19 - O Príncipe Regente D. JOÃO assina com a INGLATERRA os TRATADOS de : - "ALIANÇA E AMIZADE" e o de "COMÉRCIO E NAVEGAÇÃO", com a obrigação de abolirem ..."gradualmente o tráfico de escravos"..., reconhecendo ainda os direitos de PORTUGAL sobre os territórios de CABINDA e MOLEMBO. Foi revogado o Alvará de 5 de Janeiro de 1785, sobre a proibição de se instalarem no BRASIL fábricas de tecidos
- 1810 - DEZEMBRO - A população do BRASIL atinge os 4 milhões de habitantes, estando cerca de 100 mil no RIO DE JANEIRO.

- 1811 - Publicação, em SALVADOR, do jornal "A IDADE DE OURO DO BRASIL".

- 1812 - A "GAZETA DO RIO DE JANEIRO" publica "Observações sobre o capim de Angola".
- 1812 - MAIO - 12 - O Regente D. JOÃO tomou medidas de protecção a favor dos índios do BRASIL.
............................................
- 1815 - DEZEMBRO - 16 - O BRASIL passa a ser designado "REINO UNIDO (DE PORTUGAL E ALGARVES").A sua população total era de 3.817.900 habitantes, sendo a do RIO DE JANEIRO de : 100 mil brancos e 200 mil mestiços.Em ANGOLA existiam apenas 1.500 brancos e 500 mestiços.
.................................................
- 1816 - D. JOÃO VI torna-se "Rei do BRASIL e de PORTUGAL".

- 1817 - A Revolução Republicana em PERNAMBUCO foi dominada pelas tropas de D. JOÃO VI

- 1818 - FEVEREIRO - 6 - Aclamação de D. JOÃO VI, atrasada por causa da "Revolução de PERNAMBUCO (1817).
- 1818 - - Casamento do Príncipe D. PEDRO com D. LEOPOLDINA -
- 1818 - DEZEMBRO - 6 - Festas da Coroação de D. JOÃO VI.
- 1818 - DEZEMBRO - As importações de ANGOLA apresentavam a seguinte posição : do BRASIL - 1.549.684$650 réis e de PORTUGAL apenas 76.006$409 réis. Por outro lado, as exportações de ANGOLA movimentavam,em direitos sobre a saída de escravos, 1.288.795$000 réis e uns magros 71.035$575 réis de cera ! Trágico negócio o de ANGOLA !
- 1819 - Regresso de JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA ao BRASIL.

- 1820 - A Revolução Liberal do PORTO impõe o regresso do BRASIL de D. JOÃO VI.
- 1820 - DEZEMBRO - Seguira uma remessa de ANGOLA para o BRASIL, como amostra, de 34 tinas de petróleo bruto e algum minério de ferro. Entretanto as plantações do café expandiam-se na zona sul do país.

- 1821 - FEVEREIRO - 24 - Decreto de D. JOÃO IV dá apoio à Constituição.
- 1821 - FEVEREIRO - 26 - No RIO DE JANEIRO as tropas da guarnição e populares "exigem" que o Rei aceite a Constituição que..."fosse votada em Lisboa".
_ 1821 - MARÇO - Convocatória dos deputados das províncias brasileiras às Cortes Gerais.
- 1821 - ABRIL - 22 - Decreto Real assinado no Palácio da Boavista : ..."Subindo ontem à minha real presença uma representação, dizendo-de ser do povo, por meio de uma deputação formada dos eleitores das paróquias, a qual me assegurava que o povo exigia para minha felicidade e dele que eu determinasse de ontem em diante este meu Reino do Brasil fosse regido pela Constituição espanhola, houve então por bem decretar que essa Constituição regesse até à chegada da Constituição que sábia e sossegadamente estão fazendo as Cortes convocadas na minha muito nobre e leal cidade de Lisboa. Observando-se porém hoje que esta representação era mandada fazer por homens mal intencionados e que queriam a anarquia, e vendo que o meu povo se conserva, como eu lhe agradeço, fiel ao juramento que eu com ele de comum acordo prestámos na Praça do Rossio no dia 26 de Fevereiro do presente ano, hei por bem determinar, decretar e declarar por nulo todo o acto feito ontem e que o Governo Provisório que fica até à chegada da Constituição portuguesa seja da forma que determina o outro decreto e instruções que mando publicar com a mesma data deste e que meu filho o príncipe real há-de cumprir e sustentar até chegar a mencionada Constituição portuguesa".

- 1821 - ABRIL - 26 - Regressa do BRASIL a Família Real (D. JOÃO VI),ficando no BRASIL D. PEDRO como Príncipe Regente do REINO DO BRASIL (nomeado no dia 24), após ter jurado a Constituição. PORTUGAL era o país mais atrasado da EUROPA !
- 1821 - MAIO - D. PEDRO adopta o título de "Protector e Defensor Perpétuo do BRASIL".
- 1821 - JULHO - Protestos em ANGOLA contra a influência brasileira nos seus destinos.
- 1821 - SETEMBRO - 29 - As Cortes dão ordem a D. PEDRO para o seu regresso a PORTUGAL, criando Juntas Provisórias de Governo.
- 1821 - OUTUBRO - 1 - Publicação de dois Decretos sobre a administração pública em relação às Cortes e determinando o regresso imediato de D. PEDRO.
- 1821 - OUTUBRO - 11 - Lei sobre a nova Administração no BRASIL e imposição sobre o regresso de D. PEDRO.

- 1821 - DEZEMBRO - Desde 1775 formaram-se em COIMBRA 720 estudantes brasileiros. Era bem evidente a presença desses diplomados no seio da sociedade luso-brasileira.
- Cerca de 50% dos deputados brasileiros que estiveram presentes nas Cortes de LISBOA haviam frequentado a UNIVERSIDADE DE COIMBRA, assim como muitos outros bacharéis em diversos cursos.

- 1822 - JANEIRO - 9 - Perante exigências do Senado da Câmara do RIO DE JANEIRO, chefiado pelo português JOSÉ CLEMENTE PEREIRA,e perante muito público, foi lido (na presença de D. PEDRO) o apelo para não cumprir as instruções de LISBOA. Assim o mesmo decide ficar no BRASIL, tendo afirmado então ..."Como é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto; diga ao povo que fico"...
- 1822 - JANEIRO - 13 - Lei que termina com os Tribunais criados por D. JOÃO VI no BRASIL depois de 1808.
- 1822 - JANEIRO - O "FICO" de D. PEDRO provocou reacções opostas, mesmo dos militares pertencentes à Divisão Auxiliadora sob comando do general AVILEZ que ocuparam à força o MORRO DO CASTELO. Pelo contrário houve apoio de muitos portugueses com o apoio dos generais JOAQUIM DE OLIVEIRA ÁLVARES e JOAQUIM XAVIER CURADO, reunidos no CAMPO DE SANTANA. AVILEZ aceita transferir-se com os seus apoiantes para NITERÓI (PRAIA GRANDE), aguardando a sua substituição.
- 1822 - JANEIRO - 16 - Nomeação de JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADE E SILVA para MINISTRO DOS NEGÓCIOS DO REINO DO BRASIL (E DOS ESTRANGEIROS)e de CAETANO PINTO DE MIRANDA MONTENEGRO para o da Fazenda.
- 1822 - FEVEREIRO - 15 - AVILEZ foi obrigado a retirar-se do RIO DE JANEIRO com a sua Divisão Auxiliadora.
- 1822 - FEVEREIRO - 16 - Decreto Real assinado no Paço : ..."Tendo eu anuído aos respectivos votos dos leais habitantes desta capital e das Províncias de S. Paulo e Minas Gerais, que me requereram houvesse eu de conservar a regência deste Reino, que meu augusto pai me havia conferido, até que pela Constituição da monarquia se lhe desse uma final organização sábia, justa e adequada aos seus inalienáveis direitos, decoro e futura felicidade, porquanto de outro modo este rico e vasto Reino do Brasil ficaria sem um centro de união e de forma,exposto aos males da anarquia e da guerra civil; e desejando eu para utilidade geral do Reino Unido, e particular do bom povo do Brasil, ir de antemão dispondo e arreigando o sistema constitucional que ele merece e eu jurei dar-lhe,formando desde já um centro de meios e de fins com que melhor se sustende e defenda a integridade e liberdade deste fertilíssimo e grandioso país e se promova a sua felicidade : hei por bem mandar convocar um Conselho de Procuradores Gerais das Províncias do Brasil, que se representem interinamente, nomeando aquelas que têm até quatro deputados em Cortes, um ;"..................
- 1822 - FEVEREIRO - Início da "Guerra da Independência" na BAHÍA.
- 1822 - MARÇO - 9 - Chegada ao RIO DE JANEIRO da nova frota comandada, por FRANCISCO MAXIMILIANO DE SOUSA, deparando-se com resistência das forças portuguesas instaladas nas fortalezas e aceitam um regresso imediato, à excepção de vários oficiais da fragata "REAL CAROLINA" que decidiram aderir à causa brasileira.
- 1822 - MARÇO - 12 - Foi criada a Comissão Especial de Negócios Políticos do BRASIL.
- 1822 - MARÇO - 25 - D. PEDRO decide deslocar-se a MINAS GERAIS para apaziguar a Junta Governativa, tendo sido bem sucedido.
- 1822 - MAIO - 1 - A BAHÍA, RIO DE JANEIRO, S. PAULO, MINAS GERAIS e RIO GRANDE DO SUL, dão apoio aos partidários de D. PEDRO, à excepção de PERNAMBUCO que reclamava a criação dum Orgão legislativo no BRASIL e poderes alargados para D. PEDRO.
- 1822 - MAIO - 13 - O povo e o Senado da Câmara do RIO DE JANEIRO atribuíram a D. PEDRO o título de "Protector e Defensor Perpétuo do Brasil". Recebeu também o apoio das Câmaras Municipais e dalgumas vilas do Recôncavo, enquanto a Junta Governativa de PERNAMBUCO preferia a ligação portuguesa e às Cortes de LISBOA. Na BAHIA o brasileiro MANUEL PEDRO DE FREITAS GUIMARÃES foi preso e substituído pelo brigadeiro INÁCIO MADEIRA DE MELO. A Junta de SALVADOR também dava apoio a MADEIRA DE MELO.
- 1822 - MAIO - 23 - Convocatória da ASSEMBLEIA CONSTITUINTE.
- 1822 - JUNHO - Chegada dos referidos deputados de ANGOLA ao RIO DE JANEIRO, tendo sido "desafiados" para integrarem o Movimento Revolucionário em curso.Consultam a JUNTA PROVISÓRIA DE ANGOLA sobre a hipótese da adesão ao referido Movimento. Sem ter obtido qualquer resposta, o deputado PATRÍCIO CORREIA seguiu para LISBOA, enquanto os outros dois permaneciam "absorvidos" no RIO DE JANEIRO .
- 1822 - JULHO - 17 - Proibição da concessão das Sesmarias no BRASIL.
- 1822 - JULHO - O Ministro CAETANO MONTENEGRO transita para o Ministério da Justiça, enquanto MARTIM FRANCISCO RIBEIRO DE ANDRADA,irmão de JOSÉ BONIFÁCIO, assume a Pasta da Fazenda.
................................
- 1822 - Seguem para o BRASIL os deputados de ANGOLA para as Cortes Gerais e Extraordinárias de LISBOA : - PATRÍCIO CORREIA DE CASTRO (opositor da integração) e AMARAL GOURGEL (favorável à dita anexação".

- O deputado COUTINHO DA SILVA dirigiu um MANIFESTO aos angolanos tentando invitá-los para adesão à proposta brasileira (integração no Movimento Revolucionário).
O SENADO MUNICIPAL DE S. PAULO DE ASSUNÇÃO não aceitou o convite dos deputados aderentes, no que teve largo apoio dos residentes.
- 1822 - AGOSTO - 1 - D. PEDRO foi declarado "DEFENSOR DA LIBERDADE E INDEPENDÊNCIA".
Foi publicado um Decreto assinado por JOAQUIM GONÇALVES LEDO.
- 1822 - AGOSTO - 1 - Decreto Real assinado no Palácio do RIO DE JANEIRO : ..."Tendo-me sido confirmada por unânime consentimento e expontâniedade dos povos do Brasil, a dignidade e poder de regente deste vasto império que el-rei meu augusto pai me tinha outorgado,dignidade de que as Cortes de Lisboa, sem serem ouvidos todos os deputados do Brasil, ousaram despojar-me, como é notório; e tendo eu aceitado outrossim o título e encargos de defensor perpétuo deste Reino que os mesmos povos tão generosa e lealmente me conferira, cumprindo-me portanto em desempenho dos meus sagrados deveres e em reconhecimento de tanto amor e fidelidade, tomar todas as medidas indispensáveis à salvação desta máxima parte da monarquia portuguesa que em mim se confiou e cujos direitos jurei conservar ilesos de qualquer ataque"...
...................................................
..."Considerando eu igualmente a Sua Majestade o Sr. D. João VI, de cujo nome e autoridade pretendem as Cortes servir-se para os seus fins sinistros, como prisioneiro naquele Reino, sem vontade própria e sem aquela liberdade de acção que é dada ao Poder Executivo das monarquias constitucionais, mando, depois de ter ouvido o meu Conselho de Estado, a todas as Juntas Provisórias de Governo, governadores de armas,comandantes militares e a todas as autoridades constituintes a quem a execução deste decreto pertencer, o seguinte :
1º - Que sejam reputadas inimigas todas e quaisquer tropas que de Portugal, ou de outra qualquer parte, forem mandadas ao Brasil sem prévio consentimento meu, debaixo de qualquer pretexto que seja, assim como todas as tripulações e guarnições dos navios em que forem transportadas, se pretenderem desembarcar, ficando porém livres as relações comerciais e amigáveis entre ambos os Reinos para conservação da união política, que muito desejo manter.
2º - Que, se chegarem em boa paz, deverão logo regressar, ficando porém retidas a bordo e incomunicáveis até que se lhe prestem todos os mantimentos e auxílios necessários para a sua volta.
3º - Que, no caso de não quererem as ditas tropas obedecer a estas ordens e ousarem desembarcar, sejam rechaçadas com as armas na mão por todas as forças militares da Primeira e Segunda Linha e até pelo povo em massa...
4º - Que, se apesar de todos estes esforços, suceder que estas tropas tomem pé em algum porto, ou parte da costa do Brasil, todos os habitantes que o não puderem impedir se retirem para o centro...
5º - Que desde já fiquem obrigadas todas as autoridades militares e civis a quem isso competir a fortificarem todos os portos do Brasil...
6º - Que, se por acaso em alguma das províncias do Brasil não houverem as munições e apetrechos necessários para estas fortificações, as mesmas autoridades acima nomeadas representem logo a esta Corte o que precisam... As autoridades civis e militares, a quem compete a execução deste meu real decreto, assim o executem e hajam de cumprir com todo o zelo, energia e prontidão debaixo da responsabilidade de ficarem criminosas de lesa nação, se assim, decididamente o não cumprirem".

- 1822 - AGOSTO - 6 - Decreto de JOSÉ BONIFÁCIO dirigido às nossas apoiantes participando os últimos acontecimentos e a nossa situação política do BRASIL.
JOSÉ BONIFÁCIO, em correspondência com D. PEDRO aconselhava-o a uma rápida decisão antes que os acontecimentos se precipitassem.
- 1822 - AGOSTO - 28 - Chega ao RIO DE JANEIRO o navio "TRÊS CORAÇÕES" com documentos muito importantes (decretos das Cortes Constituintes Portuguesas),destituindo o príncipe-regente D. PEDRO,com autoridade apenas sobre o RIO DE JANEIRO.

-- 1822- SETEMBRO - 7 - Após grande recepção em SÃO PAULO e da chegada de novas comunicações de LISBOA, bem como aceitando os conselhos de JOSÉ BONIFÁCIO e da Princesa D. LEOPOLDINA, D. PEDRO acaba por declarar que o BRASIL se havia separado de PORTUGAL.
- Rebenta o movimento contra a presença das tropas portuguesas no BRASIL, obtendo o apoio generalizado da sua população. D. PEDRO proclama a Independência (o chamado "GRITO DE IPIRANGA" : - ..."É tempo !Independência ou morte ! Estamos separados de PORTUGAL!). 

 -- Foi formada uma JUNTA PROVISÓRIA, sendo nomeado D. PEDRO para IMPERADOR do novo Reino.

- D. PEDRO ficara retido junto ao riacho IPIRANGA por ter sido atacado por uma súbita e danada indisposição intestinal que o impedira de prosseguir aquela deslocação..."via-se obrigado a apear-se do animal que o transportava para "prover-se" no denso matagal que cobria as margens da estrada"...(in "A vida de D. Pedro I" - vol. 2 - pgs.36 -, de Octávio Tarquínio de Sousa) --
- De pouco lhe valera o chá de "folhas de goiabeira" aconselhado pela "estalajadeira" Maria do Couto. Assim,ainda conseguiu prosseguir pela subida da "Calçada do Lorena" que dava acesso ao Porto de SANTOS, com oito quilómetros de extensão e 180 curvas ameaçadas por precipícios.


- As notícias "inquietantes" que provocaram aquela decisão foram transmitidas então ... prosseguir pelo alferes CASTRO CANTO E MELO,comandante duma comitiva real do RIO DE JANEIRO, a caminho de S. PAULO e de dois mensageiros apressados, a quem fora transmitida a ordem de BONIFÁCIO seguirem com urgência : ,.."se não arrebentar uma dúzia de cavalos no caminho,nunca mais será correio. Veja o que faz" !...

- Continuava no ar a hipótese de ser formada uma FEDERAÇÃO DO BRASIL, com ANGOLA e MOÇAMBIQUE (então já mais dependentes do BRASIL do que de PORTUGAL), com um maior e progressivo estreitamento dos laços sociais e humanos,a que não eram estranhas as comuns condições geográficas, todo um conjunto de novas vivências e hábitos (desde a música, dança,algumas crenças religiosas, gastronomia,etc.), que os milhões de escravos africanos(sobretudo os angolanos) transmitiram e influenciaram durante séculos, muito embora as trágicas situações verificadas.

youtube.com/watch?v=2 HuSZMs1MNY

- 1822 - SETEMBRO - 14 - D. PEDRO regressara ao RIO DE JANEIRO e chega ao PAÇO DA BOA VISTA.
- 1822 - SETEMBRO - 23 - Em LISBOA, reuniram então as Cortes Constitucionais que aprovaram uma nova Constituição Brasileira, terminando com o absolutismo. Consideram todas as colónias portuguesas como integrantes num bloco nacional,comum, com os mesmos direitos e designadas "províncias ultramarinas".
- 1822 - SETEMBRO - 24 - Decreto que considera nulas as disposições legislativas assinadas por D. PEDRO.
- 1822 - SETEMBRO - 30 - Juramento da Constituição por D. JOÃO VI,enquanto D. CARLOTA JOAQUINA se negara a fazê-lo.
- 1822 - OUTUBRO - 12 - Com a Proclamação solene da Independência do BRASIL,no CAMPO DE SANTANA, D. PEDRO(I) foi aclamado "IMPERADOR CONSTITUCIONAL".
- 1822 - DEZEMBRO - 1 - Sagração e Coroação de D. PEDRO I na Capela Imperial. Foi criada uma nova bandeira do BRASIL. Desde 1536 tinham sido fundadas 12 cidades e 21o vilas. Foi criada a Imperial Guarda de Honra e a Ordem do Cruzeiro.
Entretanto, em BENGUELA, haviam surgido movimentos de apoio à independência brasileira, a que o seu Governo logo controlara militarmente. Dentro da JUNTA GOVERNATIVA angolana gerara-se um clima favorável a uma mudança política, mas sem dependência do BRASIL
**- 1822 - DEZEMBRO - 10 -
- 1822 - DEZEMBRO - 11 - Embargados todos os navios portugueses ou destinados a PORTUGAL e sequestrados todos os bens dos portugueses. Encerrada a Maçonaria.
Cerca de 50% dos deputados brasileiros que estiveram presentes nas Cortes de LISBOA haviam frequentado a UNIVERSIDADE DE COIMBRA, assim como muitos outros brasileiros já bacharéis em diversos cursos.
**- 1822 - DEZEMBRO -

**- 1823 -
- 1823 - ABRIL - Algumas tropas portuguesas e populares do Recôncavo, ainda resistentes, reagiram contra essas mudanças.
*- 1823 - MAIO - 3 - Inauguração da ASSEMBLEIA GERAL CONSTITUINTE E LEGISLATIVA.
- 1823 - JULHO - 2 - Retirada dos opositores já sitiados.

- 1823 (?) - Centenas de brasileiros morrem na Batalha de JENIPAPO.
- 1823 - JULHO - 2 - Expulsão dos portugueses residentes na BAHÍA.
- 1823 - JULHO - 30 - Os resistentes chefiados por JOÃO JOSÉ DA CUNHA FIDIÉ também acaba por capitular. No RIO DE JANEIRO surgiam alguns desentendimentos ministeriais.
- 1823 - NOVEMBRO - 12 - O Imperador D. PEDRO I dissolve a Assembleia Constituinte, registando-se prisões e deportações de alguns políticos e militares para FRANÇA, incluindo os ANDRADAS.
- 1823 - DEZEMBRO - No BRASIL ainda 40% da sua população não era considerada livre.
As receitas angolanas apresentavam ainda um elevado valor resultante do negócio da escravatura (619.040$000 réis, além dos valores da exportação de cera e marfim, de que o BRASIL)continuava a ser o principal "cliente".
- 1824 - ABRIL - Golpe contra D. JOÃO VI,em PORTUGAL ("ABRILADA")com intervenção de D. CARLOTA JOAQUINA e D. MIGUEL.
*- 1824 - D. PEDRO I fora intitulado Imperador e Defensor Perpétuo do BRASIL. Foi outorgada a primeira Constituição Brasileira.
- 1824 - JULHO - 24 - Em PERNAMBUCO surge o Movimento separatista, seguido por outras regiões,tendo à cabeça MANUEL DE CARVALHO PAIS DE ANDRADE, Presidente da Junta Governativa e discordante de D. PEDRO.
Uma expedição militar avança sob o comando do brigadeiro LIMA E SILVA, logo postos em fuga os que escaparam à lei da forca, o mesmo acontecendo até no RIO DE JANEIRO.!
- 1824 - Em PERNAMBUCO a revolução da Confederação do EQUADOR,liderada por FREI CANECA, foi eliminada pelas tropas imperiais.
*- 1824 - OUTUBRO - Foram detidos em ANGOLA diversos apoiantes da causa brasileira.
**- 1825 -
- 1825 - No RECIFE foi executado por um pelotão de fuzilamento,junto ao Forte das Cinco Pontas, o revolucionário FREI CANECA
- 1825 - AGOSTO - 29 - Em PORTUGAL, D. JOÃO VI, reconheceu a INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. Foi assinado o TRATADO DA INDEPENDÊNCIA e mantendo o título honorário de Imperador do BRASIL.
- 1825 - NOVEMBRO - 15 - O governo português ratifica a Independência do BRASIL.
*- 1825 - DEZEMBRO - A população brasileira atinge os 5 milhões de habitantes.
...............................................................

*- 1826 - MAIO - 2 - Como o rei D. JOÃO VI falecera em Março, com 58 anos de idade, D. PEDRO I ("o Brasileiro"),que fora declarado rei de PORTUGAL,(D. PEDRO VI,) além de Imperador do BRASIL,decidiu abdicar do trono português a favor de sua filha, D. MARIA DA GLÓRIA (natural do BRASIL e "noiva prometida" a D. MIGUEL, seu tio).
*- 1826 - O Parlamento brasileiro decide o uso do português no Ensino Oficial.
- 1826 - AGOSTO - 24 - Surgira um revolucionário "Plano" da formação duma Comunidade entre PORTUGAL,ESPANHA e BRASIL, tendo à cabeça o Imperador D. PEDRO I.
- 1826 - DEZEMBRO - 11 - Morte da Imperatriz LEOPOLDINA,apenas com 29 anos de idade.

*- 1827 - MARÇO - 13 - Ratificação da Convenção. Termina o domínio dos ingleses no BRASIL.
*- 1828 - OUTUBRO - 24(?) - Em BENGUELA (ANGOLA) volta a surgir um pretenso Movimento de Independência com ligação ao novo BRASIL e para a constituição de uma Confederação.
- 1828 - ? - D. MIGUEL,irmão de D. PEDRO, assume o trono de PORTUGAL.
- 1829 - O Governo português tenta reparar os efeitos provocados pela lei de 13 de Maio de 1808 e facilita a acção dos missionários em favor dos índios. Sobretudo MARLIÉRE, avança pelo interior, conseguindo amenizar a situação. No entanto os bandeirantes europeus deviam avançar em massa, desbravando, abrindo estradas e por ali se fixando.
- 1830 - O Cônsul português no BRASIL enviara para ANGOLA diversos portugueses considerados ... "vadios com o título de colonos"...,também designados ..."brasileiros"..., na sua maioria solteiros...das classes mais baixas, incluindo porém alguns agricultores !
- 1830 - Falecimento de D. CARLOTA JOAQUINA, com 54 anos de idade.
*- 1830 - MARÇO - A hipótese da concretização da efectiva proibição do tráfico de escravos, leva muitos comerciantes de S. PAULO DA ASSUNÇÃO e de BENGUELA, a anteciparem-se na aquisição e "despacho" mais numeroso de escravos para o BRASIL, de tal forma que a sua cotação subira para 700$000 réis por "peça", nem ficando alheios alguns dos religiosos (proprietários de plantações no BENGO).
- 1830 - DEZEMBRO - As exportações atingem a seguinte escala : Café - Açúcar - Algodão -

**- 1831 - MARÇO - o Imperador D. PEDRO, desiludido com o ambiente em MINAS GERAIS, regressa ao RIO DE JANEIRO .
- 1831 - ABRIL - 7 - O Imperador D. PEDRO I "abdica" a favor do seu filho D. PEDRO DE ALCÂNTARA (com 5 anos de idade), sendo seu tutor JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADE E SILVA que logo reconheceu o direito da liberdade dos escravos chegados ao BRASIL.
Segue para a INGLATERRA na intenção de recuperar o trono de PORTUGAL. Tinha o apoio de sua filha D. MARIA DA GLÓRIA.
*- 1831 - ABRIL - Revolução Brasileira : Conservação do Império como uma República Provisória até à maioridade de D. PEDRO II (Lei da Regência e Acto Adicional).
- 1831 - JUNHO - 17 - A Assembleia procede à eleição da Regência "Trina Permanente".
- 1831 - NOVEMBRO - Nova tentativa revolucionária a favor do regresso de D. PEDRO.
................................................................
- 1832 - JOSÉ BONIFÁCIO foi acusado de fazer parte duma conjura contra o Imperador, de quem fora tutor e deportado para a ilha de PAQUETÁ.
- 1832 - D. PEDRO desembarca no PORTO com um exército liberal,mas foi cercado pelas forças de seu irmão,D. MIGUEL.

- 1834 - AGOSTO - 12 - A Assembleia Geral aprova o ATO ADICIONAL, separando a cidade do RIO DE JANEIRO da respectiva Província e passando a ter a designação de "MUNICÍPIO NEUTRO". Foi extinto o Conselho de Estado.
- 1834 - SETEMBRO - 24 - Falecimento do ex-Imperador D. PEDRO I,com 35 anos de idade, em QUELUZ. Deixara como sucessora,em PORTUGAL,sua filha MARIA DA GLÓRIA,(D. MARIA II) e no BRASIL,seu filho,D. PEDRO DE ALCÂNTARA.

*- 1835 - Início da "GUERRA DOS FARRAPOS" entre as populações do RIO GRANDE DO SUL e de SANTA CATARINA. Os revolucionários proclamam a "REPÚBLICA DE PIRATINI".
-- 1835 - A cultura do café atingira um grande desenvolvimento, necessitando assim de muita mão-de-obra, o que ainda mais englobava os habituais escravos africanos, sem que o governo conseguisse evitar.
-- 1836 - Pretendendo impor um travão definitivo sobre o tráfico de escravatura, o Governo Imperial entra em contacto com diversas capitais estrangeiras : LONDRES, LISBOA, BUENOS AIRES e outras propondo-lhes a realização uma Convenção Internacional.
-- 1837 - Reacção popular monárquica.
-- 1839 - Com a exigência inglesa sobre o fim do tráfico de escravatura, este tornava-se num maior contrabando e mais onerado.
*- 1840 - FEVEREIRO - Instalação do Presídio e Estabelecimento de MOSSAMEDES, onde se salientou o colono e comerciante "GATO COM BOTAS".
- 1840 - Foi antecipada a maioridade de D. PEDRO II,assumindo o trono. Foi "baptizado" de "EL-REI CAJÚ" (devido ao aspecto físico).!

- 1841 - No BRASIL,D. PEDRO DE ALCÂNTARA sobe ao trono,sendo designado D. PEDRO II.

- 1842 - Tentativas revolucionárias provocam deslocações de muitos mineiros para outras zonas mais calmas, sobretudo para os cafezais da Província de SÃO PAULO,em grande expansão. Diversos dirigiram-se então para terras de "EMILIANÓP0LIS", no extremo sul,ainda por explorar.
-- 1843 - Casamento de D. PEDRO II com D. TERESA CRISTINA.
........................................................................
- 1845 - MARÇO - 1 - Termina a "GUERRA DOS FARRAPOS".

**-- 1849 -
- 1849 - 200 famílias partem do BRASIL para ANGOLA (MOÇÂMEDES) onde se dedicarão à indústria sacarina. Eram os primeiros colonos chegados do Brasil.

Só foi reduzida pela proibição do tráfico atlântico imposta e controlada pelos ingleses, talvez arrependidos por tantas más acções do seu passado não muito distante ou por outros interesses reais ! O número total de escravos africanos utilizados no BRASIL atingira os 4 milhões. Essas limitações implicavam uma drástica exploração das plantações da cana sacarina, abrindo talvez as portas para o café.

-- 1850 - JOSÉ THEODORO DE SOUZA, lavrador de POUSO ALEGRE, no sul de MINAS, avança destemido, com rumo à Província de SÃO PAULO. Tendo passado por MOGI MIRIM alcançou BOTUCATU ("Bôca do Sertão"), sem temer o perigo das populações nativas..

-- 1850 - MANUEL JOSÉ PUNA, um dos fidalgos de CABINDA, filho de PUNA MAMBUCO, então falecido, regressa ao BRASIL.
- 1850 - DEZEMBRO - As exportações atingem o auge no BRASIL.

*- 1851 - Fundação dum novo BANCO DO BRASIL.
-
- 1853 - NOVEMBRO - 15 - Morte da rainha D. MARIA II, com 34 anos de idade (nascera em 4 de MAIO de 1819). Era antes designada : D. MARIA DA GLÓRIA JOANA CARLOTA LEOPOLDINA ISIDORA DA CRUZ FRANCISCA XAVIER DE PAULA MICAELA GABRIELA RAFAELA GONZAGA. Era filha de D.PEDRO I e de D.CAROLINA LEOPOLDINA (austríaca). Tinha casado,em primeiras núpcias, com D. FERNANDO DE SAXE COBURGO. Foi mãe de D. PEDRO V e D. LUIS I.
- 1855 - JULHO - 20 - Lei sobre a colonização brasileira, regulamenta o seu transporte, alojamento, alimentação e trabalho.

-- 1856 - THEODORO DE SOUZA, tendo sido o primeiro europeu a alcançar o VALE DE PARANAPANEMA procede à delimitação de extensas terras e procede ao seu registo na Paróquia de SÃO JOÃO BAPTISTA.-- (ver um maior desenvolvimento deste tema em http://angola-brasil-portugal.blogspot.com --- "POVOS E REINOS" ). --

**- 1856 - NOVEMBRO - 3 - Decreto sobre a Abolição do Trabalho forçado em ANGOLA.
*- 1857 - DEZEMBRO - Foi criada a Colónia Militar Agrícola de CAPANGOMBE.
*- 1859 - JULHO - CAPANGOMBE (CHÃO DA CHELA) passa a ser sede do concelho do BUMBO (distrito de MOSSAMEDES).
-- 1859 - JULHO - SATURNINO DE SOUSA OLIVEIRA, médico brasileiro, foi nomeado cônsul do BRASIL em LUANDA.
*- 1860 - Eleição que favorece o sistema democrático.
**- 1861 - MARÇO - Uma coluna com 100 homens, incluindo alguns degredados, segue para CAPANGOMBE, para ali instalar a Colónia Militar.
*- 1861 - JUNHO - 2 - Chegada da coluna militar a CAPANGOMBE.
*- 1861 - JULHO - Chegam ali mais colonos "luso-brasileiros". Iniciam a construção da sua Fortaleza.
*- 1862 - Aumentava bastante a entrada de novos emigrantes, numa hipotética substituição da mão-de-obra africana. Muitos europeus tentavam abandonar os seus países logo após os 13 anos de idade, na intenção de escaparem ao serviço militar obrigatório.
.........................................................
*- 1864 - JANEIRO - O governador de MOSSAMEDES (ANGOLA) manda abrir uma estrada de CAPANGOMBE à HUILA, passando pela SERRA DA CHELA (BRUCO).
*- 1865 - MAIO - Derrota de PEDRO AUGUSTO CHAVES no CUANHAMA.
*- 1865 - AGOSTO - 12 - Conclusão da estrada BRUCO/CHELA, prosseguindo a construção da estrada MOSSAMEDES/PEDRA GRANDE.
..................................................

**- 1870 - A população "não branca" estava em maioria. Os emigrantes europeus, a maior parte sendo de homens, deveriam substituir a mão-de-obra negra logo após a abolição, sendo no entanto mais dispendiosa. Muitos desses emigrantes fixaram-se em S. PAULO, onde se expandia o negócio do café. Aí era também mais fácil aos próprios libertos para conseguirem um trabalho remunerado, ao contrário do Nordeste. Muitos outros optavam ainda pelo serviço nas plantações de borracha na AMAZÓNIA, numa vida bastante difícil.
- 1870 - DEZEMBRO - 3 - O "Manifesto" provoca a fundação do jornal "A REPÚBLICA", no RIO DE JANEIRO e manifestações noutros locais.

**- 1871 - Falecimento de CASTRO ALVES.
*- 1872 - DEZEMBRO - 12 - Falecimento de JOSÉ DE ALENCAR.
*- 1872 - DEZEMBRO - População do BRASIL : - Brasileiros - 8.176.191 ; Portugueses - 121.246 ; Escravos Negros - 1.510.806 ; Negros livres - 44.580 ; Índios - 1 milhão.
...............................................
*- 1876 - FEVEREIRO - 2 - Abolição completa da escravatura em todos os territórios portugueses.
A imposta Abolição da escravatura ocasiona o desenvolvimento da exploração do café, em prejuízo da cana sacarina por implicar uma mais reduzida necessidade dos escravos. Assim, muitas dessas áreas açúcareiras se tornam em cafezeiros, ao mesmo tempo que se reduziam também ainda as produções agrícolas básicas para a alimentação de toda essa mão-de-obra(o que antes era feito simultaneamente com as explorações sacarinas).Essas consequências foram mais evidentes na região norte e mais dedicada ao açúcar, constituindo um severo golpe aos "senhores dos engenhos" que aos poucos iam ficando paralisados, transformados em relíquias do passado ! A instabilidade avançava impiedosamente.

-- 1884 - Os partidários da nova política elegeram 3 membros para a Câmara dos Deputados. Surgem novos jornais e foram criados cerca de 200 clubes republicanos. Do lado oposto, os grandes fazendeiros não apoiavam a situação e exigiam indemnizações.

Passaram a valer os muitos milhares de colonos europeus (e não só) que a febre do novo "ouro preto" (o café), fez despoletar na região sul depois de terem terminado as "corridas ao ouro", diamantes,borracha,etc. Em muitas dessas zonas ou talvez mais no longínquo sertão, os escravos continuavam a contribuir para o enriquecimento dos grandes "senhores" até conseguirem refugiarem-se no litoral, menos agressivo e prepotente. Por detrás dessa prepotência rural e económica estavam, muitas das vezes, os interesses latifundiários apoiados por militares com as "costas" protegidas ! Pelo contrário,para os escravos e em muitas ocasiões, a solução era a fuga para o interior ainda mais distante, menos acessível, que lhes impunha uma vida muito limitada, mas longe dos "capitães do mato". Os africanos estavam ali em desvantagem em comparação com os índios por desconhecerem o ambiente onde se acoitavam. Assim,formavam as suas isoladas comunidades.

- 1884 - DEZEMBRO - Apesar de todas as medidas já regulamentadas,no BRASIL ainda existiam 1.240.806 escravos !
..............................................
*- 1889 - JULHO - 7 - Proclamação da República do BRASIL, com o VISCONDE DE OURO PRETO.
**- 1889 - Implantação dos ESTADOS UNIDOS DO BRASIL.
- 1889 - NOVEMBRO - 15/16 - Proclamação no CAMPO DE SANTANA (RIO DE JANEIRO) da "República dos Estados Unidos do Brasil". Foi abolida a Monarquia sendo criado um Governo Provisório chefiado por MANUEL DEODORO DA FONSECA. Eram seus principais colaboradores : - ARISTIDES LOBO, BENJAMIN CONSTANT, CAMPOS SALES, JOSÉ DO PATROCÍNIO, LOPES TROVÃO, PRUDENTE DE MORAIS, QUINTINO BOCAIUVA , SILVA JARDIM,etc. Seguiu-se um desfile pelas ruas da cidade e reunião pública na Câmara

pt.wikipedia.org/wiki/Proclamacao_da_republica_do_brasil

yotube.com/watch?v=8V6iKlqw2XM&feature=related

*- 1889 - NOVEMBRO - 17 - Exílio de D. PEDRO e sua família para PARIS.
-- 1889 - NOVEMBRO - 19 - Substituição da bandeira e escudos de armas, com as mesma cores (verde e amarelo).
-- 1890 - JUNHO - 28 - Decreto nº 528 - Exige uma autorização especial do Congresso para a entrada no BRASIL dos indígenas da ÁSIA e ÁFRICA.
- 1891 - FEVEREIRO - 24 - Foi promulgada a nova Constituição do BRASIL com um regime Federalista.
-- 1891 - O marechal DEODORO DA FONSECA foi eleito para a presidência da república, sendo o marechal FLORIANO PEIXOTO o vice-presidente.
- 1891 - NOVEMBRO - 3 - DEODORO DA FONSECA dissolve o Congresso.
- 1891 - NOVEMBRO - 23 - A Revolta da esquadra na Baía do RIO DE JANEIRO provoca a demissão do Presidente DEODORO, sendo substituído por FLORIANO PEIXOTO que opta pelo regresso à posição anterior..
- 1891 - DEZEMBRO - 13 - Falecimento de D. PEDRO II no exílio. Promulgação da Constituição do BRASIL, com um regime Federalista.
-- 1893 - FEVEREIRO - Surge um novo Movimento Revolucionário (em RIO GRANDE DO SUL).
-- 1893 - SETEMBRO - A esquadra do RIO DE JANEIRO revolta-se mais uma vez, sendo contrariados pelas forças de FLORIANO.
-- 1894 - MARÇO - As eleições apoiam um novo Presidente : PRUDENTE DE MORAIS.
- 1894 - A sede do Governo do BRASIL passaria a situar-se, alternadamente em S. PAULO e MINAS.
**- 1897 - NOVEMBRO - 5 - Registou-se um atentado contra o Presidente, do qual escapou. Faleceu o marechal BETTENCOURT. MORAIS foi substituído por CAMPOS SALES. Era o fim da República.

**- 1900 -

- 1902 - SETEMBRO - 7 - Posse do Presidente FRANCISCO DE PAULA RODRIGUES ALVES.

-- 1906 - SETEMBRO - 7 - Posse do Presidente AFONSO AUGUSTO MOREIRA PENA.

- 1907 - OUTUBRO - 15 - Aprovado o Regulamento do ENSINO PRIMÁRIO("ESCOLA NOVA").
- 1909 - JUNHO - Falecimento do Presidente MOREIRA PENA. Foi substituído pelo seu vice, NILO PEÇANHA.

--1910 - JUNHO - 20 - Decreto que cria o SERVIÇO DE PROTECÇÃO AOS ÍNDIOS E LOCALIZAÇÃO DE TRABALHADORES NACIONAIS.
-- 1910 - NOVEMBRO - 15 - Posse do novo Presidente,marechal HERMES RODRIGUES DA FONSECA, eleito em Março.
-- 1910 - Nova revolta da esquadra na Baía de GUANABARA.
-- 1914 - Posse do Presidente WENCESLAU BRÁS (mineiro e Vice desde 1910).
- 1915 - DEZEMBRO - 17 - P.P. nº 1.064 - Aprova as Instruções para a construção das estradas do Distrito da HUÍLA (com despacho do Governo desse Distrito de 15/01/1921).

- 1916 - ANTÓNIO DE FRANÇA foi nomeado Comandante do Forte de S. MIGUEL,em LUANDA.
- 1918 - SETEMBRO - - Nomeação do Presidente FRANCISCO DE PAULA RODRIGUES ALVES. Por motivos de falta de saúde não tomou posse, seu o cargo assumido por DELFIM MOREIRA.
- 1919 - JANEIRO - Falecimento do Presidente RODRIGUES ALVES. Foi eleito para o cargo EPITÁCIO DA SILVA PESSOA.

-- 1921 - JULHO - 28 - CINCINATO BRAGA e ANDRADE BEZERRA apresenta ao Congresso brasileiro um Projecto em cujo artº 1º estipulava : ..."Fica proibida no Brasil a imigração de indivíduos humanos das raças de côr preta"...

- 1922 - MARÇO- 1 - Eleição do Presidente da República brasileiro, ARTUR DA SILVA BERNARDES.
- 1922 - SETEMBRO - Realizaram-se no BRASIL grandes festejos comemorativos do 1º Centenário da sua Independência. Foi visitante de honra o rei belga, ALBERTO I e o Presidente de PORTUGAL, ANTÓNIO JOSÉ DE ALMEIDA.
-- 1923 - OUTUBRO - 22 - O deputado FIDÉLIS REIS apresenta ao Congresso um projecto onde constava no seu artº 5º : ..." É proibida a entrada de colonos da raça preta no Brasil e, quanto ao amarelo, será ela permitida, anualmente, em número correspondente a 5% dos indivíduos existentes no país"... , enquanto, em contra-partida o artº 1º dispunha : ..."Fica o governo autorizado a promover e auxiliar a introdução de famílias de agricultores europeus, que desejarem transferir-se para o Brasil, como colonos"... !
O mesmo deputado FIDÉLIS afirmava ainda : ..."Além das razões de ordem étnica, moral, política, social e talvez mesmo económica, que nos levam a repelir in limine, a entrada do preto e do amarelo, no caldeamento que se está processando sob o nosso céu, neste imenso cenário outra por ventura existe a ser considerada, que é o ponto de vista estético e a nossa concepção helênica da beleza jamais se harmonizaria com os tipos provindos de semelhante fusão racial"...

- 1924 - JULHO - 5 - Revolução em S. PAULO com apoio doutros Estados.
- 1926 - NOVEMBRO - Posse do Presidente WASHINGTON LUIS PEREIRA.
- 1927/9 - Construção da grande rodovia RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO.
- 1928 - JANEIRO - 20 - Aprovado o Regulamento da ESCOLA NORMAL.
- 1930 - OUTUBRO - 3 - O Movimento revolucionário (em MINAS GERAIS)altera o panorama político no BRASIL.
- 1930 - NOVEMBRO - 11 - Formou-se um Governo Provisório no BRASIL chefiado por GETÚLIO VARGAS, chefe do governo de RIO GRANDE DO SUL.
- 1932 - JULHO - Rebenta a chamada "REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA" em S. PAULO e MATO GROSSO.
- 1932 - OUTUBRO - 3 - GETÚLIO anula a revolta Paulista .
- 1934 - JULHO - 16 - Votação da nova Constituição
**-- 1935 - NOVEMBRO - Um levantamento nos Estados de PERNAMBUCO, RIO GRANDE DO NORTE e Distrito Federal do RIO DE JANEIRO, foi designado por "ALIANÇA NACIONAL LIBERTADORA", provoca grande agitação social e política.
- 1934 - "GUERRA DOS FARRAPOS". ?

- 1937 - MARÇO - Após o Motim de MONTES CLAROS, ANDRÉ GONÇALVES FIGUEIRA, foi degredado para ANGOLA(como se ali fosse a cadeia do BRASIL!)... Os restantes detidos foram negociados pelo próprio carcereiro.
- 1937 - NOVEMBRO - 10 - GETÚLIO encerra o CONGRESSO NACIONAL impondo o "ESTADO NOVO". A Polícia Militar cerca o SENADO e a CÂMARA. Revoga a Constituição de 1934.
- 1937 - DEZEMBRO - 2 - Dissolução dos partidos políticos para dar lugar ao "ESTADO NOVO" com uma nova Constituição. Estava implantada a futura DITADURA MILITAR.
*- 1938 - JULHO - 30 - Chegada do Presidente da República Portuguesa, General ÓSCAR FRAGOSO CARMONA à foz do rio ZAIRE (limite norte de ANGOLA, designado "Ponta do Padrão"), onde faria uma prolongada visita (JULHO e AGOSTO).
- 1940 - A população do BRASIL era de : Brancos - 26 milhões; Pardos - 8,7 milhões e Negros - 6 milhões.
.......................................................................
- 1945 - OUTUBRO - 29 - O "ESTADO NOVO" do BRASIL foi derrubado. Demissão de GETÚLIO VARGAS,passando os militares a controlarem o poder, sob chefia de JOSÉ LINHARES, Presidente do Supremo Tribunal Federal
- 1945 - DEZEMBRO - Eleições presidenciais a favor de EURICO GASPAR DUTRA.
- 1946 - JANEIRO - 31 - Posse do Presidente DUTRA.
- 1946 - SETEMBRO - Promulgação da nova Constituição que considera os índios sob tutela do Estado.
.............................................
- 1950 - A população do BRASIL passou a ser de : Brancos - 32 milhões; Pardos - 13,7 milhões e Negros - 5,6 milhões.
No Nordeste havia uma maioria "não branca" (de Africanos),sendo : Na BAHÍA :- Pardos - 2.467.108; Brancos - 1.428.685; Negros - 926.075. Mais para o Sul dava-se o inversos. Assim, em MINAS GERAIS, existiam : Brancos - 4.509575; Pardos - 2.069.037; Negros - 1.122.940. No Estado do RIO DE JANEIRO constatavam-se os seguintes valores : Brancos - 1.372.917; Pardos - 508.521 e Negros - 407.136.
-- O total geral de analfabetos era então de (em milhões): Brancos - 12,6; Pardos - 8,5 e de Negros - 3,7.
- 1951 - GETÚLIO VARGAS regressa ao poder, eleito pelo povo.
- 1953 - Criação da "PETROBRÁS" no BRASIL.
- 1954 - AGOSTO - 24 - GETÚLIO VARGAS suicida-se no Palácio do CATETE. Foi substituído pelo Vice-presidente, JOÃO CAFÉ FILHO.
- 1955 - NOVEMBRO - 11 - As Forças Armadas depõem CARLOS LUZ, substituto de CAFÉ FILHO.
- 1956 - JANEIRO - 31 - Eleição do presidente do BRASIL, JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA, substituindo o senador NEREU RAMOS.
......................................................................
- 1959 - Criação da Superintendência para o Desenvolvimento do Nordeste e do Grupo de Estudos da Indústria Automobilística (SUDENE-GEIA). Era a concretização do "Plano de Metas" de JUSCELINO (Fevereiro de 1956).
- 1960 - JANEIRO - 31 - Eleição de JÂNIO QUADROS(JANGO) com grande vantagem.
- 1960 - ABRIL - 21 - Inauguração solene da nova capital, em BRASÍLIA. O Distrito Federal do RIO passou a constituir o Estado de GUANABARA.
- 1960 - OUTUBRO - 5 - O general HUMBERTO DELGADO, exilado no BRASIL, apresenta o seu "PLANO COLONIAL DE OPOSIÇÃO", no qual era reconhecido o direito dos territórios ultramarinos portugueses à autodeterminação e ao englobamento numa REPÚBLICA FEDERAL DOS ESTADOS UNIDOS DE PORTUGAL.
- 1961 - JANEIRO - 31 - Posse do Presidente JÂNIO DA SILVA QUADROS, em BRASÍLIA.
- 1961 - AGOSTO - 25 - Renúncia de JÂNIO QUADROS por ter sido acusado de ligações comunistas. O seu governo durou apenas 7 meses.
- 1961 - SETEMBRO - 7 - JOÃO GOULART, Vice-Presidente, presta juramento de Presidente da República.
..................................................................
*- 1964 - MARÇO - 31 - Revolta militar, iniciada em MINAS GERAIS,avança sobre o RIO DE JANEIRO e depõe GOULART e impondo uma DITADURA. O Congresso declara vaga a Presidência e nomeia,interinamente, PASCOAL RANIERI MAZZILLI, presidente da Câmara dos Deputados.
*- 1964 - ABRIL - 15 - Golpe militar no BRASIL : o General HUMBERTO ALENCAR CASTELO BRANCO assume Presidência.
*- 1964 - JUNHO - JUSCELINO perde os direitos políticos por 10 anos.
**- 1965 - OUTUBRO - 27 - Os militares no poder dissolvem os partidos políticos.
**- 1966 - OUTUBRO - 3 - Eleição do General COSTA E SILVA para a Presidência, mas foi mal recebido. Formou uma "Frente Ampla" com a colaboração de JUSCELINO e GOULART.
- 1967 - JANEIRO - 24 - O CONGRESSO aprovara o projecto Constitucional que foi então promulgado.
- 1967 - MARÇO - 15 - Posse do Presidente da República, marechal ARTUR DA COSTA E SILVA.
**- 1969 - AGOSTO - COSTA E SILVA adoece, ficando impossibilitado de continuar no seu cargo.
*- 1969 - OUTUBRO - 14 - Os cargos de Presidente e Vice-Presidente foram considerados vagos ( o nº 16 do Acto Institucional). Foi substituído por uma Junta Militar.
Foram substituídos por : EMÍLIO GARRASTAZU MÉDICI(general) e AUGUSTO RADEMAKER GRUNEWALD(almirante).
- 1969 - DEZEMBRO - Falecimento do ex-Presidente ARTUR DA COSTA E SILVA.
...................................................................................................................................................................
- 1974 - MARÇO - 15 - Posse, em BRASÍLIA, do novo Presidente,o general ERNESTO GEISEL (apoiado pela ARENA).
Fusão dos Estados do RIO DE JANEIRO e da GUANABARA.

**- 1975 - NOVEMBRO - 12 - O BRASIL foi o primeiro país a reconhecer o governo do MPLA, em ANGOLA,dita independente na véspera,como uma REPÚBLICA POPULAR.
........................................................................
**- 1979 - MARÇO - 15 - Posse do General JOÃO BAPTISTA DE FIGUEIREDO na Presidência brasileira.A dívida do país era então já de 40 biliões de dólares (contra 2,5 em 1964).
- 1979 - AGOSTO - 26 - A Concessão de amnistias a crimes políticos permite o regresso de diversos exilados : LEONEL BRIZOLA, MIGUEL ARRAES(ex-governador de PERNAMBUCO),GREGÓRIO BEZERRA,etc).
*- 1979/80 - Surgiu a "Grande Seca", atingindo o sertão brasileiro e onde a floresta já estava em grave redução.
**- 1980 - MAIO - Greve dos metalúrgicos e uma onda de assassinatos atinge os camponeses, alguns líderes sindicais e religiosos, muitos nos conflitos com os latifundiários motivados pela posse das terras.
**- 1984 -
**- 1984 - NOVEMBRO - 15 - O Congresso Eleitoral opta por TANCREDO NEVES (governador de MINAS GERAIS) para a Presidência da República do BRASIL.
.........................................................
*- 1985 - JANEIRO - 15 - Eleição de TANCREDO NEVES para a Presidência(um civil e natural de MINAS GERAIS).
*- 1985 - ABRIL - 21 - Falecimento de TANCREDO NEVES. Sucedeu o Vice-Presidente,JOSÉ SARNEY.
*- 1985 - O "MOVIMENTO DOS SEM TERRA" realçava o imenso desnível existente entre eles e os grandes latifundiários, cada vez maior, sendo o segundo maior em todo o mundo ! Havia então 5 milhões de famílias sem terra !
A "peteka", usada desde sempre pelos índios(Tupis)que fora apresentada nos Jogos Olímpicos (1920), como diversão dos atletas brasileiros, passa a ser ... "reconhecida como esporte"..., Inicialmente era de ..."palha de milho recheada de pedras e folhas"...
*- 1985 - PORTUGAL importou 25 milhões de contos de produtos brasileiros (com o café e soja totalizando 20%) e exportou apenas cerca de 8 milhões.
- 1986 - MAIO - O Presidente da República do BRASIL, JOSÉ SARNEY visita PORTUGAL
.......................................................
.........................................................
**- 1987 - O transporte em que seguia o Presidente SARNEY foi atacado à pedrada por populares no MARANHÃO (seu Estado natal).
- 1987 - MARÇO - Vitória eleitoral de TANCREDO NEVES, com apoio da Aliança Democrática.
**- 1988 - Vitória Eleitoral do Partido dos Trabalhadores verificada em diversas Prefeituras brasileiras.
**- 1988 - Assassinato do seringueiro CHICO MENDES, defensor dos "SEM TERRA".
*- 1988 - OUTUBRO - 5 - Nova Constituição sob influência militar.
                                                  ........................................................  
- 1989 - MARÇO - ?? - Eleição de COLLOR DE MELO contra LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA.
Na ILHA FISCAL havia um mini-Palácio onde se realizou um grandioso baile em honra da Marinha do CHILE.

- 1989 - ABRIL - 28 - O BRASIL e os "PALOP" aprovam um anteprojecto português para o Acordo Ortográfico.

- 1989 - Reposição da anterior moeda brasileira ("cruzeiro"); a inflação baixa de 84,3% para 7,87% !
- 1990 - DEZEMBRO - A inflação sobe para 18,3%. A corrupção era galopante, atingindo o presidente COLLOR, sua família e amigos !
...............................................
- 1991 - JUNHO - 4 - A Assembleia Nacional da República Portuguesa aprova o Acordo Ortográfico com os "PALOP".

- 1992 - DEZEMBRO - 29 - Renúncia de COLLOR DE MELO depois de ter sido afastado em Outubro. Aumentam os crimes e a violência organizada com 183 sequestros no RIO DE JANEIRO ! Surgem os "arrastões" nas praias e as "gerais" (grupos de jovens criminosos). A COLLOR sucedeu-lhe o Vice-Presidente, ITAMAR FRANCO.
.............................................
- 1994 - Eleição Presidencial do ex-ministro da Fazenda,FERNANDO HENRIQUE CARDOSO.

- 1995 - NOVEMBRO - As forças da UNAVEM II em ANGOLA foram completadas com alguns batalhões de : BRASIL, ÍNDIA,ROMÉNIA, URUGUAI e ZIMBABWE.

- 1996 - Massacre dos "SEM TERRA" no ELDORADO.

- 1996 - www.infopedia.pt/$relacoes-de-portugal-com-os-paises-lusofonos

...................................................
- 1998 - Reeleição de HENRIQUE CARDOSO.
...................................................
- 2000 - DEZEMBRO - População do BRASIL (Censo) - Total - 169.590.693 habitantes, sendo : Brancos - 53,8 %; Mestiços - 39,1% e Negros - 6,2%.
...................................................
- 2002 - Eleição de LULA DA SILVA, um ex-operário metalúrgico e sindicalista. COLLOR foi derrotado nas eleições de ALAGOAS. Do Gabinete Presidencial fazia parte a negra BENEDITA DA SILVA, originária duma favela do RIO DE JANEIRO, vendedora de rua e que tinha alcançado elevado cargo governamental no PALÁCIO DAS LARANJEIRAS.
.....................................................
.....................................................
- 2005 -
- 2005 -
- 2005 - OUTUBRO - O salário médio no BRASIL era de 600 Reais. Trinta milhões de habitantes não têm acesso à distribuição domiciliária de correspondência e um agente postal recebe 462 Reais.

- 2005 - DEZEMBRO - A população "não branca" do BRASIL totalizava cerca de 80 milhões, sendo a segunda maior do MUNDO, só ultrapassada pela da NIGÉRIA (120 milhões).
..............................................................
- 2008 - Num simpósio no Museu Histórico Nacional.no RIO DE JANEIRO, o participante vice-almirante ARMANDO DE SENNA BITTENCOURT,afirmara ; ..."Quando se olha para trás,1822 parece um milagre. É inacreditável como uma parte da elite brasileira conseguiu envolver o príncipe regente nos seus planos,separar-se de Portugal e,principalmente,manter o país unido quando tudo indicava que o caminho mais provável seria a guerra civil e a fragmentação territorial".
                                                 ........................................................
                       -------------------------------------------------------------------------------

=== DATAS E FACTOS HISTÓRICOS AINDA POR INTERCALAR NESTE BLOGUE (RESUMO): 
.....................................................................
Topo
=================================

................................................
B --- "OS GOVERNANTES" : ---

=== B/1)- LISTA DE :

-- a) - DONATÁRIOS : - .........................

-- b) - CAPITÃES-GERAIS : -.....................

-- c) - cc) - GOVERNADORES-GERAIS e cd) - VICE-REIS :

cc) -- TOMÉ DE SOUSA (1549/1553) -- DUARTE COSTA (1553/1557) -- MEN DE SÁ (1557/1572) -- LUIS BRITO ALMEIDA (1573/1578) -- LOURENÇO DA VEIGA (1578/1581) -- GOVERNO POVISÓRIO (CÂMARA,OUVIDOR GERAL(COSME RANGEL) (1581/1583) -- MANUEL TELLES BARRETO (1583/1587) -- GOVERNO PROVISÓRIO (BISPO - PROVEDOR MOR - OUVIDOR GERAL -- 1587/1591) -- FRANCISCO DE SOUSA (1591/1602) -- DIOGO BOTELHO (1602/1607) -- DIOGO MENESES (1608/1612) -- GASPAR DE SOUSA (1613/1617) -- LUIS DE SOUSA (1618/1621) --DIOGO DE MENDONÇA FURTADO (1621/1624) -- BISPO DA BAHIA / OUVIDOR OLIVEIRA (1624/1625) -- FRANCISCO DE MOURA ROLIM (1625/1626) -- DIOGO DIAS DE OLIVEIRA (1626/1627) -- DIOGO LUIS DE OLIVEIRA (1627/1635) -- PEDRO DA SILVA (1635/1639) -- FERNANDO MASCARENHAS (CONDE DA TORRE - 1639/40) -- JORGE MASCARENHAS (MARQUÊS DE MONTALVÃO) - VICE-REI (1640/1641) -- JUNTA PROVISÓRIA (com o BISPO da BAHÍA e outros - 1641/1642) -- ANTÓNIO TELLO DA SILVA (1642/1647) -- ANTÓNIO TELLO MENESES (1647/1650) -- JOÃO RODRGUES V. SOUSA (CONDE DE CASTELO MELHOR - 1650/1653) -- JERÓNIMO DE ATAÍDE (CONDE DE ATOUGUIA - 1654/1657) -- FRANCISCO BARRETO DE MENESES (1657/1663) -- VASCO MASCARENHAS (CONDE DE ÓBIDOS - VICE-REI - 1663/1667) -- ALEXANDRE DE SOUSA FREIRE (1667/1671) -- AFONSO FURTADO DE CASTRO DE MENDONÇA (VISCONDE DE BARBACENA - 1671/1675) -- JUNTA PROVISÓRIA : (AGOSTINHO DE AZEVEDO MONTEIRO - (Chanceler - CRISTÓVÃO DE BURGOS - 1675/1678) --ROQUE DA COSTA BARRETO (1678/1682) -- ANTÓNIO DE SOUSA MENESES (1682/1684) -- MATIAS DA CUNHA (1687/1688) -- JUNTA PROVISÓRIA : MANOEL CARNEIRO DE SÁ - Chanceler e o Arcebispo - 1688/1690) -- ANTÓNIO LUIS G.CÂMARA COUTINHO (1690/1694) -- JOÃO DE LENCASTRE (1694/1702) -- RODRIGO DA COSTA (1702/1705) -- LUIS CÉSAR DE MENESES (1705/1709) -- LOURENÇO DE ALMADA (1710/171) -- PEDRO DE VASCONCELOS E SOUSA (CONDE DE CASTELO MELHOR - 1711/1714) -- PEDRO DE NORONHA - (VICE-REI e CONDE DE VILA VERDE - 1714/1718) -- SANCHO DE FARO E SOUSA (CONDE DO VIMIEIRO - 1718/1719) -- JUNTA PROVISÓRIA :CAETANO DE BRITO DE FIGUEIREDO,Chanceler,(1719/1720) --

cd) --- VASCO FERNANDES CÉSAR DE MENESES (CONDE DE SABUGOSA - VICE-REI 1720/1735)-- ANRÉ DE MELLO E CASTRO (CONDE DE GALVEAS - VICE-REI - 1735/1749) - LUIS PEDRO PEREGRINO DE C. MENESES DE ATAÍDE (CONDE DE ATOUGUIA - 1749/1755) -- JUNTA PROVISÓRIA : MANOEL ANTÓNIO DA CUNHA SOTTOMAYOR E BRITO (CONDE DE ARCOS - 1755/1760) --D.ANTÓNIO ÁLVARES DA CUNHA (conde da CUNHA - 1763/1767) -- D. ANTÓNIO ROLIM DE MOURA TAVARES (1767/1769) -- D.LUIS DE ALMEIDA PORTUGAL SOARES EÇA MELO ALARCÃO SILVA MASCARENHAS (marquês de LAVRADIO - 1769/1779) -- LUIS DE VASCONCELOS E SOUSA (1779/1790) -- D. JOSÉ LUIS DE CASTRO (conde de Resende - 1790/1801) -- D. FERNANDO JOSÉ DE PORTUGAL E CASTRO (1801/1806) -- D. MARCOS DE NORONHA E BRITO (1806/1808) --
............................................

== d) - PRÍNCIPES-REGENTES E GOVERNO IMPERIAL :

--- D.JOÃO - (7/8/1808) - (Príncipe-Regente) -

--- D. PEDRO I - (PEDRO DE ALCÂNTARA FRANCISCO ANTÓNIO JOÃO CARLOS XAVIER DE PAULA MIGUEL RAFAEL JOAQUIM JOSÉ GONZAGA PASCOAL CIPRIANO SERAFIM DE BRAGANÇA E BOURBON --
---- de : 26/4/1821 -(Príncipe-Regente)- ...


-- e) - PRESIDENTES :

..........................................
Topo
==================================================================

C - "AGENDA GERAL DO PASSADO" ---

.............................................


Topo

==============================================================

D - "BIBLIOGRAFIA GERAL --

--- (Comum ao "sítio" e aos meus dois blogues), além das já mencionadas nos diversos volumes (6) da Cronologia (1482/2002) : "ANGOLA - DATAS E FACTOS", do mesmo autor),e também referenciados nesses blogs :

-- ABRANCHES, (HENRIQUE) - "MISERICÓRDIA PARA O REINO DO KONGO !" - 1996 -
-- ALMEIDA,(JOÃO DE) - "SUL DE ANGOLA" - 1936 -
-- ANGOLA (ASSOCIAÇÃO DOS ESPOLIADOS DE)- "O PROCESSO JUDICIAL DOS ESPOLIADOS
DE ANGOLA") -- 2002 -
-- ARRIAGA,(KAÚLZA - SILVINO S. MARQUES e J.DA LUZ CUNHA) - "A VITÓRIA TRAÍDA" -1977-

-- BARATA,(ÓSCAR SOARES)- "A QUESTÃO RACIAL" - 1964
-- BASTOS,(JOÃO PEREIRA) - "ANGOLA E BRASIL - Duas Terras Lusíadas..." - 1964 -
-- BRAZÃO,(EDUARDO ABREU DA SILVA) - "OS NAMIBELUSOS" - 1955 -

-- BUENO,(EDUARDO) - "Capitães do Brasil" (1ª ed. 2001 - "Náufragos,
-- Traficantes e Degredados" - 1ª ed. 2001
-- BUREAU POLÍTICO DO MPLA - "ANGOLA : A Tentativa de Golpe de Estado de 27 de Maio de 77" - 1977 -
-- CARDOSO,(ANTÓNIO SILVA)-"ANATOMIA DE UMA TRAGÉDIA" - 2001 e "25 DE ABRIL DE 1974"- - - A REVOLUÇÃO DA PERFÍDIA" - 2008 -
-- CARREIRA,(MEDINA) - "PORTUGAL QUE FUTURO ?" - 2009 --
-- CASTRO ALVES -- "OS ESCRAVOS" - 1865 -
-- COSME,(LEONEL) - "CRIOULOS E BRASILEIROS DE ANGOLA" - 2001 -
-- COUCEIRO,(TARCISO) - (de Pernambuco c/ diversas informações virtuais, especial-
mente sobre o BRASIL) -
-- CRISTÃO,(ANTÓNIO A.M.)- "MEMÓRIAS DE ANGRA-DO-NEGRO (MOÇÂMEDES) - 2005 --
-- CUNHA,(EUCLIDES) - "Os Sertões" - 1902 -
-- DÂMASO, EDUARDO - "PORTUGAL QUE FUTURO ? " - 2009 --
-- DELGADO,(RALPH) -"HISTÓRIA DE ANGOLA" - 1/4 vol. - 1953 ---
-- DARWIN, CHARLES -- "A VIAGEM DO BEAGLE" - 2009 -- "A ORIGEM DAS ESPÉCIES" - ...
-- FANU(LE), JAMES -- "PORQUÊ NÓS ?" - Civilização - 2009 --
-- FERREIRA,(JOÃO JOSÉ BRANDÃO) - EM NOME DA PÁTRIA" - 2ª ed. 20010 --
-- FERREIRA,(JOSÉ DA SILVA MAIA) - "ESPONTANEIDADES DA MINHA ALMA - ÀS SENHORAS
AFRICANAS" - 1849 --
-- FIGUEIREDO,(LEONOR) - "FICHEIROS SECRETOS DA DESCOLONIZAÇÃO DE ANGOLA" - 2009 -
-- FREYRE,(GILBERTO) - "CASA GRANDE E SENZALA" - 1933 -
-- GOMES,(LAURENTINO) - "1808" -....... 2007-- LEMOS(ALBERTO DE) -"NÓTULAS HISTÓRICAS" - 1969 --- -
-- LIMA,(M.HELENA FIGUEIREDO) _ "NAÇÃO OVAMBO" -
-- LISBOA, JOAQUIM DE - "PATRANHAS 100 POESIA" - 2008 -- "TRINTA TRETAS" - 2009 --
-- LUNA,(LUIZ) - "RESISTÊNCIA DO ÍNDIO À DOMINAÇÃO DO BRASIL" - 1993
-- MACHADO,(FRANCISCO JOSÉ VIEIRA)- "COLONIZAÇÃO" - 1940 ---
-- MATHIAS,(HERCULANO GOMES) - Editora VERBO - 1986 -
-- MENEZES,(ADOLPHO JUSTO BEZERRA DE) -"O BRASIL E O MUNDO ÁSIO-AFRICANO" - 1956 ---
-- MIRANDA,(MANUEL RICARDO) - "GINGA, Rainha de Angola" - 2008 -
-- MORAIS,(ARTUR) - "MEMÓRIAS DE ANGOLA - 2007 --
-- NETO,(AGOSTINHO) - "ENSAIO BIOGRÁFICO" - Tomo I" - 1990 -
-- NETO,(JOSÉ PEREIRA( - "O BAIXO CUNENE" nº 68 - 1964 ---
-- OLIVEIRA,(JOSÉ CARLOS DE) - "O COMÉRCIO DO MATO..." - 2004 -
-- NOGUEIRA,(JOÃO) - "MOÇAMBICANA" - 1950 -
-- OSÓRIO,(SANCHES) - "O EQUÌVOCO DO 25 DE ABRIL" - 1975 -
-- PANTOJA, (SELMA) e SARAIVA(JOSÉ FLÁVIO SOMBRA) - "ANGOLA E BRASIL nas Rotas do Atlântico Sul - 1999 -- Bertrand Brasil --
-- PÉLISSIER, RENÉ - "HISTÓRIAS DAS CAMPANHAS DE ANGOLA" - Vol. I-II - 1986 -- "HISTÓRIA DE ANGOLA" - 2009 --
-- PIMENTA,(FERNANDO TAVARES) - "BRANCOS DE ANGOLA... - 2005 -
-- PRADO,JÚNIOR(CAIO) - "HISTÓRIA ECONÓMICA DO BRASIL" - 1962
-- PINTO,(ORLANDO DA ROCHA) - "CRONOLOGIA DA CONSTRUÇÃO DO BRASIL" - 1987 -
-- PROENÇA,(MARIA CÂNDIDA)- "A Independência do Brasil"- 1999 -- --
-- RAYELBANDY(KLAAS) - "Os Holandeses no Brasil e na Costa Africana" - 2003 --
-- REAL,(MIGUEL) - "O ÚLTIMO NEGREIRO" - 2006 - "O SAL DA TERRA" - 2008 -
-- ROCHA PINTO,(ORLANDO) - "Cronologia da Construção do Brasil" - (1500/1889) - 1987
-- RODRIGUES,(JOSÉ HONÓRIO)- "BRASIL E ÁFRICA" - Outro Horizonte" - 1961 --
-- SAKALA, (ALCIDES) - "MEMÓRIAS DE UM GUERRILHEIRO" -- Os últimos anos de Guerra em
ANGOLA --- 2006 --
-- SELECÇÕES READER'S DIGEST - "DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO" - nº 2 - 1977 -
-- SILVA,(MARIA BEATRIZ WIZZA DA)-"História da Colonização Portuguesa no Brazil"-1999-
-- SILVEIRA,(PEDRO DA) -"OS ÚLTIMOS LUSO-BRASILEIROS" - 1981 ---
-- STOCKWELL,(JOHN) - "A CIA CONTRA ANGOLA" - 1979 -
-- TORRES,(MANUEL JÚLIO DE MENDONÇA) - "O DISTRITO DE MOÇAMEDES" (1485/1859) - 1950 --- TRABULO,(ANTÓNIO) - "OS COLONOS" - 2007 ---
-- VICENTE,(PADRE JOSÉ)- "BERNARDINO FREIRE DE FIGUEIREDO ABREU E CASTRO" - 1969 -
-- VIVO,(RAUL VALDES) - "ANGOLA : fim do mito dos mercenários" - 1976 -
-- WALVIN,(JAMES) - "UMA HISTÓRIA DA ESCRAVATURA" - 2008 -

-- WHEELER, DOUGLAS - "HISTÓRIA DE ANGOLA" - 2009 --
-- WILLETT,(FRANK) - "ARTE AFRICANO" - 1999 -
.....................................................................


=== (COIMBRA - 2006 / 2007) ===
================================================================
........................................
================================================================
Postar um comentário